Metodologias ativas de aprendizagem: o que são e como implementá-las

Entenda o que são metodologias ativas de aprendizagem e tenha dicas de como implementar na sua empresa....

Com a tecnologia avançando a passos largos, é cada dia mais importante aplicá-la aos processos organizacionais, não apenas pela otimização, mas também pelo destaque no mercado que é possível alcançar. Independente do segmento de atuação, é preciso aderir a mudanças e, no setor de educação, não é diferente. As metodologias ativas auxiliam as instituições dessa área a olharem para o ensino de uma forma diferente.

Os processos de ensino passam por transformações tecnológicas e é fundamental as instituições aderirem a essas novas formas de abordagem. As metodologias ativas de aprendizagem são um divisor de águas para o aprendizado e também para uma gestão educacional mais assertiva e de qualidade.

Neste artigo, explicamos o conceito de metodologias ativas de aprendizagem, sua importância, seus principais benefícios e os tipos mais conhecidos e trouxemos também dicas de como implementar na sua empresa. Confira!

O que são metodologias ativas de aprendizagem?

As metodologias ativas de aprendizagem são um processo de ensino em que os estudantes são colocados no centro da sua própria aprendizagem, tornando-se protagonistas no desenvolvimento do seu conhecimento.

Ao contrário do meio tradicional, em que os professores são o foco do processo pedagógico, também conhecido como método passivo, a metodologia ativa faz com que os profissionais da área de educação incentivem seus alunos a aprenderem com autonomia. Assim, eles se tornam mais participativos, engajados e desenvolvem habilidades.

Através de atividades instrucionais, trocas de conhecimento, estudos de caso, jogos e projetos, esse método torna o aprendizado mais eficaz e plural, além de oferecer aos estudantes uma forma de ensino mais realista. E, claro, todos esses processos se tornam mais dinâmicos com o uso da tecnologia como aliada.

Qual é a importância e quais são os benefícios das metodologias ativas de aprendizagem?

Na imagem a pirâmide de acordo com a teoria de William Glasser, sendo dividida entre a aprendizagens passivas: 10% lendo, 20% escrevendo, 50% observando e escutando;

E a aprendizagem de metodologias ativas: 70% discutindo com outras pessoas, 80% praticando e 95% ensinando.
De acordo com a toria de William Glasser, os alunos aprendem em média 10% lendo, 20% escrevendo, 50% observando e escutando, 70% discutindo com outras pessoas, 80% praticando e 95% ensinando. Sendo a forma ativa a mais eficaz.

Como a tecnologia vem transformando as ações cotidianas, tanto das empresas quanto das pessoas, se adequar a ela é essencial para caminhar junto com as mudanças. 

O ensino também vem se transformando com a era digital e mostrando aos professores e alunos que é possível aprender de forma mais interativa.

As metodologias ativas de aprendizagem são importantes para fazer com que os estudantes, cada vez mais adeptos da tecnologia, se sintam mais engajados com o ensino e possam construir novas habilidades intelectuais, se tornando mais críticos.

A base das metodologias ativas de aprendizagem consiste em:

  • Aluno como protagonista do processo de aprendizagem;
  • Autonomia;
  • Reflexão sobre a realidade;
  • Trabalho em equipe;
  • Inovação; 
  • Professor como mediador.

Essa nova forma de ensino está se tornando cada vez mais primordial para a evolução no setor educacional. Implementá-la traz inúmeros benefícios tanto para professores quanto para estudantes. Entre os principais para os alunos, podemos citar:

  • Motivação no aprendizado;
  • Confiança;
  • Facilidade em solucionar problemas;
  • Desenvolvimento de habilidades;
  • Visão mais divertida e tranquila do ensino;
  • Construção de profissionais qualificados.

Já para os professores, que sentem o impacto direto dessa transformação de métodos tradicionais para metodologias ativas de aprendizagem, as principais vantagens são:

  • Ambiente escolar mais dinâmico e engajado;
  • Reconhecimento maior no mercado;
  • Valorização da instituição pelo aluno;
  • Crescimento da retenção de alunos.

Quais são os tipos de metodologias ativas?

Existe uma diversidade de tipos de metodologias ativas para serem implementadas nas instituições de ensino. É importante que cada organização trabalhe esses modelos da forma mais adequada de acordo com o seu sistema educacional e as suas práticas pedagógicas. Confira a seguir os principais tipos de metodologias ativas de aprendizagem.

Gamificação

A gamificação é uma metodologia ativa que utiliza jogos como principais meios de aprendizado. Assim, os alunos interagem e aprendem mais com os conteúdos, que são baseados em elementos de videogame. 

Ou seja, o estudante passa por desafios a serem conquistados, regras a serem seguidas, enigmas a serem decifrados, entre outras formas, seja individualmente ou coletivamente.

Design thinking

Também chamada de aprendizagem investigativa, esse tipo de metodologia induz os estudantes a criarem soluções para um problema específico. Assim, os alunos são capazes de desenvolver habilidades como raciocínio lógico, boa interpretação e imaginação, além de trabalhar com prototipagem.

Aprendizagem baseada em projetos

Nessa metodologia, os alunos precisam trabalhar em equipe para conseguirem soluções precisas para o projeto proposto. O professor é apenas o orientador em todo o processo e os estudantes são os responsáveis por todo o planejamento, execução das ações e demonstração dos resultados.

Sala de aula invertida

Neste tipo, o estudante recebe todo o material da aula com antecedência, para que, no dia, ele já esteja preparado e possa interagir em discussões, fazer questionamentos, montar grupos de apresentações ou tirar suas dúvidas. Os conteúdos são disponibilizados de forma digital, o que otimiza o tempo do professor em aula, que passa a utilizá-lo para ações práticas.

Cultura maker

O lema principal dessa metodologia é “faça você mesmo”. Por isso, a cultura maker propõe que os alunos construam ou encontrem soluções ideais, na visão deles, para o problema proposto. Toda a construção dessa solução é baseada no conteúdo que o estudante viu durante as aulas e que, nesse momento, pode colocar em prática.

Estudo de caso

Nesse tipo de metodologia ativa, o professor coloca em pauta um problema real e complexo e os alunos precisam estudar o caso e, assim, buscar as melhores soluções para a resolução. É uma maneira de estimular o pensamento crítico e analítico. Utilizar situações que realmente ocorreram ajuda no entendimento de “como fazer se fosse na vida real”.

Dicas de como implementar as metodologias ativas na sua instituição

Independente do estilo de ensino que a instituição oferece, é importante se atentar a dicas para a implementação das metodologias ativas de aprendizagem. A seguir, listamos quais são necessárias para seguir.

1. Treinamento do corpo docente

Com a mudança de um método tradicional de ensino para uma metodologia ativa, é fundamental que todo o corpo docente esteja alinhado com as novas formas de ensino. O centro desse método são os alunos, mas os professores continuam sendo essenciais no processo de aprendizagem. A equipe de orientadores também precisa de conhecimento em tecnologias e suas ferramentas.

2. Inovação nas formas de avaliação

Com a mudança de uma metodologia tradicional para uma ativa, mudam-se as dinâmicas de ensino e, consequentemente, as formas de avaliação. Os professores passam a aplicar métodos que auxiliam no desenvolvimento do aluno para que se torne um profissional de alto nível. 

As provas classificatórias dão lugar a projetos individuais e coletivos, que envolvem criação, planejamento, estratégia, entre outras habilidades fundamentais para a realidade e para o mercado. Seminários, discussões e construção de projetos, por exemplo, ajudam no raciocínio crítico dos alunos.

3. Investimento em tecnologias

De acordo com uma pesquisa realizada pela Cortex, empresa de inteligência de dados para marketing e vendas, o setor de educação está entre os que mais investem em tecnologias digitais no Brasil. Isso mostra a importância de utilizar ferramentas atuais como aliadas na implementação de metodologias ativas de aprendizagem. 

Uma gestão educacional de excelência e eficiência necessita de um sistema que ofereça recursos para otimizar os processos e integrar dados e informações. E, assim como os métodos tradicionais dão lugar aos ativos, as atividades executadas de forma manual em uma instituição precisam ser substituídas por sistemas de gestão capacitados e robustos.

Quer saber mais? Descubra como um sistema ERP pode ser vantajoso para os processos da sua instituição. Fale com um de nossos consultores.

Sobre o autor
Redator Sankhya

Olá! Este post foi escrito por nosso redator oficial Sankhya. Deixe seu comentário abaixo sobre o que você achou deste texto :)

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Região Sudeste
Sul
Região Nordeste
Região Centro-oeste
Região Norte

Central de Vendas  0800 940 0750
plugins premium WordPress
SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Torne-se uma unidade Sankhya

Para análise inicial de aderência ao Programa Unidades de Negócios Sankhya, favor preencher o formulário abaixo.

SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Sua inscrição foi realizada com sucesso.

SOLICITE UMA PROPOSTA

Nossos consultores estudarão a fundo suas necessidades e apresentarão as melhores soluções para a sua empresa.

Fale com um Consultor

Obrigado por se cadastrar

SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.