Entre em contato: 0800 940 0750 PT | EN

PT | EN
Solicite um orçamento

Indicadores para o agronegócio: Os 10 imprescindíveis para o seu negócio

Aquilo que não se pode medir, tampouco pode ser melhorado. Por isso, para colher as melhores safras e obter resultados cada vez mais expressivos, é fundamental usar indicadores de performance.

Conheça os principais indicadores para o Agronegócio a seguir!

>> Fazer download do infográfico <<

 

 

>> Fazer download do infográfico <<

 

Você gostou desse material?

Esperamos que você tenha gostado e que essas informações te apoie nos resultados do seu negócio.

Se você gostou desse infográfico, por favor, compartilhe com seus amigos que também possam se interessar pelo assunto.

Compartilhe no Facebook

Compartilhe no Linkedin

1 – Custos de aplicação de insumos

Engloba o tempo gasto na aplicação e o valor da hora de trabalho do funcionário. Esses valores devem ser somados aos custos dos produtos e às despesas com maquinário — como combustível e depreciação dos equipamentos.

2 – Custos de aplicação de defensivos

Tem basicamente o mesmo funcionamento do custo de aplicação de insumos, mas agora com foco voltado à aplicação dos defensivos.

3 – Horas trabalhadas

Compreende o tempo de uso do maquinário e o período trabalhado pelos funcionários. Para conhecer o resultado desse indicador, basta dividir as horas por cultura, variedade, área, fazenda e assim por diante.

4 – Produtividade por cultura

Diz respeito à quantidade produzida de uma determinada cultura em um certo período de tempo – podem ser sacas por mês ou toneladas por semestre, por exemplo.

5 – Vencimentos próximos

Como o próprio nome já dá a entender, acompanha aqueles compromissos prestes a vencer — como o pagamento de fornecedores ou a entrega da produção.

6 – Acompanhamento de tarefas

Aqui entram as atividades atrasadas ou abandonadas, bem como as tarefas a fazer. Deve levar em conta a prioridade das demandas — como sugestões de compra para que não faltem insumos cruciais ao planejamento de safra.

7 – Controle de pedidos

Acompanha tanto as entradas como as devoluções de safra, bem como suas respectivas quantidades, as datas e os valores.

8 – Rentabilidade por cultivo

Permite acompanhar o histórico de movimentações por produtores ou cooperantes, estando relacionado ao retorno sobre o investimento. É, portanto, o resultado adquirido com determinado investimento feito.

9 – Receita bruta

É a soma dos valores recebidos, divididos de acordo com a métrica desejada — seja cultura, lavoura ou hectare, por exemplo.

10 – Quebra técnica

Para conhecer o saldo depositado no período, tira-se da quantidade recebida: os descontos de classificação, a quantidade retida, os retornos físicos realizados, os retornos simbólicos por venda e os cálculos anteriores de quebras técnicas.

Cadastre-se e receba dicas e artigos em seu e-mail sobre gestão e negócios.

Voltar para o blog da Sankhya

Solicite um orçamento com um de nossos consultores.

Preencha o formulário abaixo e logo entraremos em contato.

*campos obrigatórios