Pular para conteúdo

5 dicas de gestão para um negócio de atacado

Por muito tempo, os empreendedores do setor de atacado que comercializavam produtos de qualidade a preços razoáveis já tinham chances...

atacado

Por muito tempo, os empreendedores do setor de atacado que comercializavam produtos de qualidade a preços razoáveis já tinham chances mais que favoráveis de sucesso. Nos dias de hoje, no entanto, não é difícil perceber que a realidade no segmento já está bem diferente.

A excelência no atendimento, por exemplo, é um dos principais critérios para que um cliente se torne fiel a um fornecedor. Junto a isso podemos destacar, ainda, a tecnologia da informação, que permite aos atacadistas aprimorar suas operações e inovar seus processos.

Cada vez mais complexo e dinâmico, esse cenário exige que os empreendedores descubram novas maneiras de manter a empresa lucrativa. Confira 5 dicas de para gestão de atacado:

Eliminação de falhas

Grande parte do trabalho dos atacadistas está concentrada no armazenamento dos produtos vindos de fabricantes, antes de sua distribuição para outras empresas. Em função disso, os empreendedores do segmento não podem se dar ao luxo de sofrer perdas em seus itens, seja por roubo, extravio, erros de registro, data de validade e outras causas.

Por isso, os negócios de atacado que buscam o sucesso devem adotar tecnologias para garantir que todos os produtos que derem entrada no estoque sejam devidamente registrados e monitorados durante toda a cadeia de suprimentos, como os códigos de barras ou o RFID.

Utilização de todo o potencial da tecnologia

Se antes os atacadistas gerenciavam o processo logístico por meio de planilhas e documentos manuais, hoje eles já podem contar com soluções bem mais completas.

Outra dica de gestão, portanto, são os ERPs – os sistemas de gestão empresarial. Ao adotar um software como esse, sua empresa consegue controlar todos os processos da gestão de atacado, como compras, logística, vendas, expedição, WMS, controle de estoque, faturamento, comissões para vendedores, e-commerce, entre outros. 

Dessa forma, gestores e funcionários podem acessar as informações mais importantes para o negócio a partir de um só ambiente, o que garante a confiabilidade das informações, facilita a identificação de oportunidades de redução de custos e agiliza a tomada de decisão.

Redução do impacto do estoque

Para conseguirem manter o fluxo de caixa sempre saudável, os negócios de atacado precisam gerir o estoque em conformidade com a estratégia.

Por isso, outra dica no segmento é gerenciar o prazo médio de estocagem de produtos com eficiência, acompanhar de perto o giro dos itens e calcular níveis de armazenagem mínimo e máximo. Isso evita as perdas de vendas por escassez de produtos ou despesas adicionais em função de excessos. 

Otimização da margem de contribuição

Os empreendedores já sabem que as vendas no atacado podem ter maior ou menor lucratividade para o negócio em função de fatores como item vendido, rota usada na entrega, distâncias percorridas, entre outros.

Por isso, a gestão de atacado também passa pelo cálculo preciso da margem de contribuição de cada operação, avaliando quais delas são capazes de cobrir as despesas e gerar o retorno necessário para que o negócio possa prosperar.

Encantando o cliente

Com a grande pressão dos clientes que querem ter seus produtos sempre nas prateleiras, os negócios de atacado também precisam colocar o serviço ao consumidor no topo de sua lista  de prioridades.

Por isso, uma última dica para o segmento é superar o atendimento com atenção e cordialidade, buscando cumprir todas as promessas feitas: se a sua empresa se compromete a cumprir um prazo, deve fazer isso sem exceções, o que exige excelência operacional na logística e nos processos.

Uma boa forma de facilitar o alcance desse objetivo é oferecendo comissões e bônus para funcionários e vendedores que atingirem suas metas. Isso cria maior motivação na equipe, algo que os clientes também são capazes de sentir durante a experiência de compra.

Sobre o autor
Redator Sankhya

Olá! Este post foi escrito por nosso redator oficial Sankhya. Deixe seu comentário abaixo sobre o que você achou deste texto :)

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.