Pular para conteúdo

Como fazer a apuração do custo de serviços

O que mais nos chama atenção ao adquirir um serviço, além da qualidade, é o seu valor final. Porém, o...

O que mais nos chama atenção ao adquirir um serviço, além da qualidade, é o seu valor final. Porém, o preço de venda de um serviço é composto por diversas variáveis, as quais não necessariamente temos entendimento ao comprar tal serviço. Portanto, para definir esse preço, é necessário levar em conta todos os custos envolvendo seu serviço – o que é feito durante a apuração do custo.

Neste artigo você irá encontrar o direcionamento para a apuração de custo de um serviço, levando em conta tudo aquilo que deve ser incluído no cálculo do valor do serviço que sua empresa presta.

O que são os custos diretos?

Os custos diretos são todas aquelas despesas relacionadas diretamente ao serviço, seja materiais utilizados para tal prestação do serviço ou a hora paga ao funcionário que irá realizá-lo.

Esse tipo de custos são mais fáceis de serem calculados, pois para realizar o levantamento desses gastos basta relacioná-los diretamente com seu serviço.

Em uma empresa que presta serviço de instalação de internet, por exemplo, todos os gastos com transporte até o local, máquinas e técnicos qualificados são considerados custos diretos.

Já os custos indiretos estão ligados ao restante da empresa, como a parte administrativa, as contas de água e outros gastos que nem sempre são fáceis de serem estimados.

Agora que você já sabe o que são custos diretos, o que acha de entender como calcular o custo direto de um serviço?

Como realizar a apuração do custo de serviço?

É comum a dificuldade para empresas de serviços calcularem seus custos por receio de ser trabalhoso e difícil de controlar. 

Porém, a apuração real dos custos dos serviços é muito importante, permitindo ao gestor avaliar sua eficiência na gestão da capacidade produtiva, tomar decisões com relação à quantidade necessária de funcionários para prestar os serviços, decidir por condições especiais de preços, etc.

O cálculo do custo de um serviço envolve a mão de obra direta da prestação do serviço, o tempo gasto em sua execução e, caso necessário, os materiais utilizados. 

Veja, em detalhes, como realizar a apuração do custo de um serviço:

1. Cálculo da mão de obra 

Para calcular o custo da mão de obra prestadora de serviço é preciso conhecer o valor das seguintes variáveis:

  • Salário bruto do prestador de serviço;
  • Encargos incidentes sobre a folha de pagamento (férias, 13º salário, FGTS, INSS, rescisões trabalhistas, etc.);
  • Benefícios (transporte, refeição, assistência médica, etc.);
  • Uniformes e equipamentos de segurança;
  • Treinamentos;
  • Outros gastos específicos aos prestadores de serviços.

Suponhamos a soma desses gastos com funcionários no ano como sendo R$ 50.000,00.

Agora, é preciso calcular o total de horas que a empresa efetivamente poderá prestar serviços durante o ano, ou seja, o estoque de horas que a empresa pode vender. 

Quanto mais próximo do total de horas no estoque as vendas forem, melhor será o aproveitamento do pessoal e, consequentemente, melhor o resultado da empresa.

Qualquer hora não vendida desse estoque significa perda de dinheiro.

Para esse cálculo, vamos considerar as horas diárias de trabalho, descontando almoço e café, e descontar dos dias do ano as folgas, feriados e férias.

Suponhamos 7 horas diárias de trabalho e 260 dias úteis de trabalho no ano. Teremos a seguinte fórmula:

Capacidade produtiva = Horas diárias de trabalho x Dias úteis de trabalho

Capacidade produtiva = 7 horas x 260 dias

Capacidade produtiva = 1.820 horas no ano 

Agora que temos o valor total gasto com funcionários prestadores de serviço e o total de horas disponíveis para venda, podemos encontrar o custo da mão de obra para 1 hora de trabalho:

Custo por hora = Total gasto com funcionários ÷ Total de horas disponíveis para venda 

Custo por hora = R$50.000,00 ÷ 1.820

Custo por hora = R$27,47

2. Cálculo dos materiais necessários

Caso você utilize algum material (produtos diversos) na prestação de serviço, calcule o seu custo conforme apresentado na apuração do custo do produto.

Nem sempre é necessário ter estoque dos materiais para prestação de serviço, em função de evitar custos com estoque. 

Basta ter apenas o imprescindível e manter um bom relacionamento com fornecedores para conseguir agilidade na solicitação dos materiais frente às demandas de serviços que surgirem.

Suponhamos o custo total de materiais aplicados a um determinado serviço em R$100,00.

 3. Cálculo do custo do serviço em função das horas estimadas 

Agora basta saber qual o total de horas estimado para realização desse serviço, multiplicá-la pelo custo de hora encontrado e depois somar o custo de materiais aplicados.

Suponhamos 5 horas estimadas, assim temos a seguinte fórmula:

Custo do serviço = (Custo por hora x Quantidade de horas estimadas) + Custo dos materiais

Custo do serviço =  (R$ 27,47 x 5 horas) + R$100,00

Custo do serviço =  R$237,35

Lembrando que é muito importante estimar corretamente o tempo que o serviço levará para ser realizado, pois quem irá pagar a diferença entre o que foi planejado e realmente executado é a sua empresa e não o cliente. 

Pronto, encontramos o custo do serviço. Agora, para o cálculo do preço de venda dos serviços, também devemos considerar os gastos variáveis sobre as vendas (formando o CSP – Custo dos Serviços Prestados) e gastos fixos.

Quais as formas de apuração do custo e em quais situações elas são recomendadas?

Confira algumas das formas mais utilizadas para realizar a apuração do custo de serviços em uma empresa:

  • Sistema Integrado

Você pode utilizar um sistema integrado de gestão (ERP) para realizar a apuração do custo, com atualização dos custos de forma automática, a partir das informações fornecidas ao sistema quando a entrada do produto é registrada. Neste caso, as fórmulas de cálculo do custo já estão parametrizadas no sistema.

Se tratando de serviços, como um serviço não é comprado, a atualização deve ser feita periodicamente, já que não haverá nota fiscal de entrada desse serviço.

O ERP é recomendado para empresas que precisam de agilidade e contínua atualização do custo dos produtos/serviços, com maior precisão possível, permitindo a alteração do preço de venda em função do custo atualizado.

  • Eletrônico Manual

Ao utilizar um programa simples de gestão, ou planilhas eletrônicas, para apuração do custo do serviço, é possível inserir os dados necessários, porém, as informações não estarão integradas com os demais processos internos.

A não integração desses processos faz com que o procedimento fique sujeito a erros no momento de inclusão dos dados.

  • Manual

Ao se utilizar a forma manual, no papel, para apuração do custo dos serviços, a metodologia está sujeita a falhas humanas, além do esquecimento por parte do responsável pela atualização dos valores.

Confira um exemplo de apuração do custo de um serviço

Renato é dono de uma empresa de prestação de serviços. Sabendo que ele possui 1 funcionário, que realiza o mesmo serviço e que sua empresa funciona de segunda a sexta, com 8 horas úteis por dia, ele precisa determinar o custo de 3h de serviço prestado por um de seus funcionários, substituindo peças que custaram R$120,00.

O cálculo do custo da hora é feito automaticamente no sistema, considerando:

  • O valor total da folha de pagamento do funcionário em um mês: R$1.200,00
  • A soma dos impostos incidentes sobre a folha: R$96,00
  • Quantidade de horas mensais trabalhadas (8h/dia * 20 dias úteis): 160 hrs

O cálculo do custo hora será:

Para que o sistema gere o custo do serviço, Renato informa ao sistema a quantidade de horas gastas na prestação do serviço e os materiais envolvidos. Nesse caso, são 3 horas e as peças custaram R$120,00.

A utilização de um sistema de gestão integrada irá ajudar não só no controle de custos dos seus produtos ou serviços, mas também de diversos outros processos relevantes para que você mantenha sua empresa saudável.

Para conhecer melhor os benefícios de adquirir um sistema de gestão, é possível que você confira nossa página específica sobre ERP.

Se sua empresa trabalha também com venda de produtos, você pode conferir como calcular os custos diretos de um produto clicando aqui.

Sobre o autor
Gabriela Padua

Formada em Publicidade, Gabriela é Redatora no time de Marketing Digital da Sankhya.

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.