Pular para conteúdo

[Infográfico] O retrato do mercado de imobiliárias no Brasil

Não é segredo para ninguém que os últimos anos foram bem desafiadores para o mercado de imobiliárias brasileiro. Mas quais...

Não é segredo para ninguém que os últimos anos foram bem desafiadores para o mercado de imobiliárias brasileiro. Mas quais são as perspectivas? O que fazer para superar as barreiras?

Para que você se prepare adequadamente para os novos desafios ainda por vir, resolvemos revelar aqui a realidade do setor no país. Confira!

Clique aqui ou na imagem abaixo para baixar a versão em qualidade desse infográfico.

 

>> Fazer download do infográfico <<

 


>> Fazer download do infográfico <<

 

Você gostou desse material?

Esperamos que você tenha gostado e que essas informações te apoie nos resultados do seu negócio.

Se você gostou desse infográfico, por favor, compartilhe com seus amigos que também possam se interessar pelo assunto.

Compartilhe no Facebook

Compartilhe no Linkedin

 

  • A crise no mercado imobiliário

A instabilidade financeira no país causou impactos significativos no setor imobiliário.

Em 2016, por exemplo, registrou-se uma queda de 10,7% nas vendas em relação ao mesmo período de 2015.

Por outro lado, o número de lançamentos aumentou em 9,4% elevando a oferta e diminuindo os preços.

  • O impacto da alta dos juros

A SELIC, taxa básica de juros, terminou o ano em 13%. O valor é bastante alto e acaba refletindo no setor imobiliário.

Embora o Sistema Financeiro de Habitação (SFH) seja legalmente proibido de ultrapassar 12% ao ano, a realidade é que os juros para financiamento de imóveis de até 750 mil reais cresceu cerca de 20% desde 2014.

  • A retração da oferta de crédito

2016 foi um ano simplesmente desastroso para o crédito imobiliário, com as concessões via Sistema Brasileiro de Poupança e empréstimo caindo 38,3%.

A soma ficou em 46,6 bilhões de reais. É o pior cenário desde 2009!

Apenas os empréstimos com recursos do FGTS tiveram crescimento, chegando a 64 bilhões de reais — alta que pode ser creditada ao Minha Casa Minha Vida.

  • A previsão de estabilidade

Nesse quesito, as expectativas são um pouco inversas à realidade de 2016: pequena retração em financiamentos que utilizam recursos do FGTS e aumento discreto nos financiamentos feitos diretamente com bancos.

Dessa forma, o setor imobiliário deve se manter estável, sem passar por mais sobressaltos em 2017.

Melhorias reais virão com a recuperação de empregos e o controle da inflação, o que ainda pode demorar um pouco.

 

  • A necessidade de inovação

A previsão de estabilidade para o setor dá confiança para que o mercado de imobiliárias faça investimentos.

Nesse sentido, a tecnologia é uma aposta constante, com a procura por ferramentas de gestão que facilitam a vida dos corretores e gerentes e de soluções modernas e integradas ao site de vendas.

  • O trabalho na fidelização do cliente

Fidelizar clientes no mercado imobiliário significa ter sempre a perspectiva de novas negociações e, claro, o incremento do marketing boca a boca.

Para 2017, as tendências apontam para um intenso trabalho no pós-venda, soluções de interação em redes sociais, e-mail marketing e blogs com conteúdos ricos sobre a área. Vai ficar de fora?

 

Conheça o ERP Sankhya para Imobiliárias e faça um orçamento com um de nossos consultores.

 

O que você achou desse infográfico? Compartilhe a sua opinião com a gente aqui nos comentários!

Sobre o autor
Redator Sankhya

Olá! Este post foi escrito por nosso redator oficial Sankhya. Deixe seu comentário abaixo sobre o que você achou deste texto :)

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.