Pular para conteúdo

Internet das coisas: sua empresa está preparada para o futuro?

Nas duas últimas décadas, a velocidade do surgimento de novas tecnologias tem sido impressionante. Pesquisas mostram que a IoT –...

Nas duas últimas décadas, a velocidade do surgimento de novas tecnologias tem sido impressionante. Pesquisas mostram que a IoT Internet das Coisas trouxe  processos de inovação, novos modelos de negócios e um perfil de jovens empreendedores cheios de ousadia são alguns fatores que contribuem para a criação desse novo cenário.

Quer entender melhor como a IoT impacta as empresas? Acompanhe esta leitura!

O mundo digital

Há cerca de dez anos, era difícil de imaginar uma gama de produtos e serviços lançados recentemente pelas empresas de base tecnológica. Atualmente, o mercado é incapaz de vislumbrar com exatidão qual será o futuro dos negócios nas próximas décadas.

Analistas especializados em tendências têm uma única certeza: as relações das empresas com clientes, colaboradores, fornecedores e com a própria sociedade será cada vez mais baseada em interações digitais.

Internet das Coisas (IoT)

Em meados dos anos de 1990, os computadores pessoais passaram a ter acesso à internet discada, que possibilitava o alcance de qualquer pessoa à rede mundial de computadores, conhecida como World Wide Web (WWW). Os notebooks foram os próximos nessa linha do tempo. Depois, vieram os players de música, smartphones e tablets. A internet passou a ser cada vez mais rápida e com maior capacidade para o tráfego de dados.

Exceto pelo player de música, esses aparelhos tinham algo em comum: pertenciam ao universo da tecnologia e da telecomunicação. Por meio de computadores e smartphones, começou  a ser possível compartilhar documentos, vídeos, áudios, trocar mensagens eletrônicas, comprar, fotografar e também fazer ligações.

Tendências emergentes dos últimos anos

O YouTube foi fundado em 2005. Nesse mesmo ano, o Netflix começou a oferecer vídeos online. A ascensão dos portais de conteúdo impulsionou a indústria de televisores a desenvolver a chamada Smart TV, com tecnologia de acesso à internet, que possibilitaria o consumo de conteúdos em alta definição. 

A popularização das Smart TVs veio a partir do início dessa década e hoje, a grande maioria dos novos aparelhos sai de fábrica com sistemas de acesso à web.

Atualmente, existem inúmeros equipamentos eletrônicos, residenciais ou comerciais, que contam com acesso à internet. A essa combinação foi atribuído o nome de Internet das Coisas, cuja sigla em inglês é IoT (Internet of Things).

O conceito é bem simples: trata-se da aplicação de tecnologias já disponíveis, cuja convergência possibilita aos objetos se conectarem à internet, coletando e trocando informações entre si e com a nuvem, e reagindo a estímulos externos. 

Para deixar a explicação ainda mais simples, é a conexão dos eletrodomésticos e de equipamentos variados aos sistemas de comunicação de dados.

Previsões

De acordo com estudo do Gartner Group, até o final de 2020, a IoT já estava presente em 95% dos produtos eletrônicos que usamos no dia a dia, seja em casa ou no escritório. 

Atualmente, eletrodomésticos podem ser programados para ligar ou desligar a partir de comandos dados por qualquer smartphone. O sistema pode ser encontrado em geladeiras, máquinas de lavar, cafeteiras, entre outros.

Pesquisadores que estudam sobre IoT, mercado e tendências acreditam que o consumidor dos próximos anos terá um comportamento parecido com o registrado no lançamento dos smartphones e das smart TVs e, em breve, todas as casas funcionarão dessa forma..

Algumas indústrias, como a automobilística, já oferecem alternativas de conexão com a internet, como pilotos automáticos, computador de bordo, sensores anti-impacto e uma série de outros.

O crescimento acelerado dos chamados “smart tudo” vai acarretar também a necessidade de investimento em segurança de dados, uma vez que os riscos ainda não foram completamente identificados. 

Eletrônicos conectados à internet terão sistemas operacionais e aplicativos que precisarão ser atualizados de tempos em tempos.

Indústria 4.0

As soluções de IoT, internet das coisas, podem ser facilmente transpostas para aplicações industriais, mascando uma era chamada de Indústria 4.0

Nas indústrias e nos negócios de uma maneira geral, as possibilidades de aplicação da IoT são inúmeras, na medida em que o maquinário é substituído por equipamentos cada vez mais sofisticados, preparados para interagir uns com os outros e também com os sistemas de gestão, de uma forma ainda não vista anteriormente.

A incorporação da Internet das Coisas em uma planta industrial vai permitir, por exemplo, um melhor monitoramento dos estoques de matérias-primas e de produtos acabados. Na medida em que o planejamento de produção é cumprido, as próprias máquinas passarão a indicar as quantidades que deram saída do estoque e se transformaram em produto final.

Tecnologias de IoT se comunicando na indústria

A IoT permitirá “o diálogo” das máquinas de uma planta industrial com o sistema de gestão corporativo. No final da linha de produção, a incorporação da IoT poderá contribuir para a rastreabilidade dos itens fabricados, distribuição no mercado e também para a oferta de serviços de pós-vendas.

A Internet das Coisas vai se incorporar a outras tecnologias utilizadas no ambiente empresarial, a fim de gerar dados que contribuam para que os gestores possam tomar decisões de maneira mais assertiva.

Vale também lembrar que IoT não significa apenas a automação, pura e simples. Trata-se muito mais de conexão entre os diferentes fatores da produção. Estamos falando de máquinas que “conversam” entre si e com outros sistemas de informação. 

Sistemas ERP em uma realidade de IoT

Dessa maneira, geram informações relevantes para gestores. Essas mesmas máquinas podem estar conectadas ao sistema de ERP, o que potencializa a capacidade analítica das diferentes áreas da organização.

A expectativa é que a Internet das Coisas traga muitos benefícios para as empresas. Se as previsões do Gartner Group estiverem corretas sobre 2020, ainda dá tempo de se preparar e entender melhor como a IoT representa uma oportunidade de negócios e provoca mudanças no mercado, tanto do ponto de vista da produção quanto do consumo. 

Cada empresa terá seu tempo e suas necessidades específicas. Mas muito em breve estaremos falando da utilização da IoT em todos os processos gerenciais.

Prepare-se desde já, e descubra novas oportunidades com todas as dicas de implementações e aplicações de ERPs do nosso site!

Sobre o autor
Redatora Sankhya

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.