Grande volume de dados no ERP: como seu sistema deve te ajudar

O grande volume de dados gerados pelo seu ERP é visto como um problema ou como uma solução na sua...

volume-de-dados-no-erp

O grande volume de dados gerados pelo seu ERP é visto como um problema ou como uma solução na sua empresa?

Hoje, quero conversar com você a respeito desse assunto, que é cada vez mais relevante, uma vez que o volume de dados no ERP tende a aumentar exponencialmente, à medida que os processos avançam.

Por incrível que pareça, ainda existem ERPs que estabelecem limites de dados para a performance adequada do sistema, o que, no meu ponto de vista, é completamente inaceitável. A minha recomendação é que você fuja do ERP que propõe uma eliminação de dados.

Às vezes, trabalho com empresas que fazem uma RFP (Request For Proposal) para selecionar um ERP e, então, colocam nesse documento como é que se faz a limpeza de dados e qual é o tipo de eliminação de dados necessários. Isso não deve nem ser tema de discussão! Não se joga dados fora, não se despreza dados. Temos que ter em mente que informação é o novo petróleo.

As maiores e mais valiosas empresas do mundo são aquelas que possuem mais informação a respeito dos seus usuários e das interações que acontecem no seu âmbito de negócios. Isso quer dizer que: dados são cruciais e você precisa deles, mesmo que você não saiba hoje exatamente para quê, mas eles podem ser muito valiosos amanhã.

Vamos entender a importância disso com os 5 Vs do Big Data.

Os 5 Vs do Big Data

Vale conhecer os 5 Vs do Big Data, que dão um overview do quanto são importantes os dados para uma empresa.

1. Volume

É cada vez maior o volume de dados que são gerados nos sistemas a cada dia e a tendência é que essas quantidades aumentem exponencialmente. O Big Data é abastecido com informações a todo momento, vindos de diversas fontes conectadas à internet.

2. Variedade

O volume de dados chega de diversos lugares da internet, como redes sociais, aplicativos, e-mails, IoT, bancos de dados, entre outros. A todo momento e com diversos assuntos, o software precisa receber todas essas informações, compilar e organizar em grupos que tenham coerência.

3. Veracidade

O que está no ERP tem absoluta veracidade. São fatos totalmente verdadeiros dos negócios e das atividades que a sua empresa executou ou não executou, mas que estão disponíveis no sistema. Você perdeu para um concorrente ou o cliente optou por não efetivar uma venda? Tudo estará no ERP, porque são informações verídicas e de grande importância.

4. Valor

O valor é absolutamente indispensável e os dados que existem no ERP são 100% valiosos sempre. O volume de dados processados no Big Data é sempre muito grande e, mesmo assim, o sistema é capaz de organizar de forma a serem efetivos e valiosos para os negócios. A inteligência de dados diminui riscos de tomadas de decisões erradas.

5. Velocidade

É preciso considerar que o seu ERP precisa ter todos os seus dados arquivados desde sempre e que é necessário que tudo seja processado com velocidade. A velocidade é importante para a vantagem competitiva, porque é ela que fornece um número grande de informações e em tempo real.

A relação entre Big Data e ERP

Não se pode desfazer do bem mais precioso que sua empresa tem, que são dados e informações. O ERP permite o arquivamento de um grande volume de dados e informações e, juntamente com as funcionalidades do Big Data, é possível organizar uma quantidade grande de dados em grupos que tenham coerência com as informações.

Uma importante funcionalidade do Big Data, que é um grande aliado do sistema ERP, é a interpretação dos dados obtidos e essa vantagem permite aos gestores ter insights que ajudam e orientam nas estratégias, nos planos de ações, nas tomadas de decisões, nas análises e nos monitoramentos mais precisos em tempo real, independente do porte e do segmento da sua empresa.

Mas é importante estar atento ao sistema ERP usado na sua empresa, já que muitos que estão disponíveis no mercado não suportam mais do que 5 anos na base de dados e passam a ficar lentos.

A importância do ERP permitir um alto volume de dados

Seu fornecedor de ERP precisa garantir uma estrutura que permita que você trabalhe com volume máximo de dados, porque isso só tende a aumentar.

Os ERPs cada dia mais estarão integrados a redes sociais, fintechs e serviços bancários. Cada vez mais conectados com aplicativos que resolvem pequenos problemas, como de logística, levando a base a ter um monte de dados que dizem respeito à telemetria dos veículos, por exemplo. Cada vez mais, o ERP vai estar conectado a dimensões cyber físicas da indústria 4.0

Com isso, sua empresa estará com um grande volume de dados que diz respeito aos dados reais de produção e aos dados de simulação de cenários de produção.

Sendo assim, o debate sobre volume de dados não pode estar sujeito a um limite. Ele tem que ser um papo propositivo a respeito de como lidar melhor com esse número cada vez maior de dados que vêm por aí.

É uma realidade para a qual não cabem questionamentos e não tem discussão! Cada vez mais dados serão analisados. A inteligência artificial vai cuidar de um grande volume de dados, vai apresentar resultados para os seres humanos, que, por sua vez, vão tomar decisões baseadas nesses dados. Para isso, é preciso que o ERP esteja apto a lidar com esse grande volume de dados.

É preciso limpar dados do ERP?

Mais uma vez, eu repito: não peça ao seu fornecedor uma estrutura para expurgar dados. Isso é coisa do século XX. Na época, armazenar dados era caro porque discos rígidos tinham um alto valor e eram difíceis de cuidar. Hoje em dia, esse debate não faz mais sentido, porque quanto maior o volume de dados que a sua empresa tiver, melhor, desde que façam sentido em relação aos 5 Vs do Big Data.

Mesmo que você não saiba aproveitá-los hoje, futuramente a ciência de dados vai ter um recurso para explorá-los, o que te auxiliará a fazer uma inovação para usar bem os dados que você tem, mesmo que sejam muito antigos.

Aproveitando, assista o vídeo em que falei sobre o assunto no meu canal:

Você já teve alguma experiência com volume de dados, seja boa ou ruim? Já quebrou a cara quando teve que lidar com um mar de dados? Se deu bem quando teve que fazer uma análise de uma grande profusão de dados? Conte aqui para nós a sua história!

Quer saber como fazer uma troca de ERP com o mínimo de impacto na sua operação? Nós preparamos um curso com todas as informações que você precisa ter para uma transição eficiente e sem dor de cabeça. Inscreva-se!

Curso como gerenciar um processo de troca de ERP

Sobre o autor
Mestre do ERP

Com mais de 30 anos de experiência em ERP, Marco Antônio Salvo possui experiência na área de serviços, desenvolvimento e software. Atualmente atua na área de desenvolvimento de novos negócios e soluções na Sankhya Gestão de Negócios, e tem o maior canal sobre ERP do Brasil, o Mestre do ERP.

Quer receber conteúdos sobre gestão em seu email?

Assine a newsletter para receber nossas novidades.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade
    plugins premium WordPress
    Conheça o ERP Sankhya na prática

    Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.