Pular para conteúdo

Atacadista-distribuidor: você conhece o nível de maturidade gerencial da sua empresa?

  O setor atacadista teve um crescimento de 4,29% em faturamento entre janeiro e dezembro de 2020, comparado a igual período...

Colaboradores aplicando boas práticas de gestão no atacado.

 

O setor atacadista teve um crescimento de 4,29% em faturamento entre janeiro e dezembro de 2020, comparado a igual período do ano anterior. Mesmo com a pandemia do coronavírus, houve melhoria nos resultados, impulsionada pela maior presença do consumidor no varejo de vizinhança.

Os dados são da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD) e da Fundação Instituto de Administração (FIA). O relatório anual, com dados consolidados, está previsto para maio.

No ano passado, um dos poucos segmentos que se manteve em funcionamento independente das políticas locais de isolamento social foi o de varejo alimentar e farmacêutico. 

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as vendas no varejo cresceram 1,2% em 2020, na média dos doze meses. No recorte feito por setores, o de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo cresceu 4,8% em 2020. Já o de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria registrou alta de 8,3% em vendas.

Para manter o abastecimento sem riscos de ruptura, os atacadistas distribuidores tiveram que adaptar suas estratégias, investir em logística e sistemas de gestão. Toda a cadeia de distribuição, que vai da indústria aos lares brasileiros, teve que ser repensada sob uma nova ótica. Das compras online do consumidor à gestão do relacionamento com os fornecedores industriais.

   

 

ERP: informações na palma da mão para tomada de decisão 

O aumento da demanda, as incertezas do mercado e a complexidade do cenário fez com que muitas empresas acelerassem os investimentos em sistemas de gestão, principalmente com o objetivo de levantar informações em tempo real, voltadas para a tomada de decisões. 

O e-commerce também avançou: 73,88% em doze meses, segundo o índice MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net) em parceria com o Neotrust | Movimento Compre & Confie.

Nesse sentido, o ERP foi uma das soluções mais procuradas na área de tecnologia, pois permite a integração de todos os processos de negócios por meio de uma única plataforma, completa e flexível. 

As aplicações mais modernas, como a da Sankhya, uma das empresas líderes em ERP no Brasil, são acessadas em qualquer lugar, a partir de qualquer aparelho, com segurança e confiabilidade. 

 

A inteligência artificial também está incorporada na solução Sankhya, permitindo uma análise preditiva para o desenho de cenários possíveis.

 

Boas práticas de gestão

No contexto de incerteza, ter informações rapidamente, sobre todas as operações, é uma das ferramentas que mais contribui para a boa gestão empresarial. 

A Sankhya fez um estudo com 2.476 empresas do setor atacadista para avaliar as vantagens que as organizações que utilizam um ERP têm sobre aquelas que ainda fazem controles manuais ou parcialmente automatizados. 

No geral, empresas do setor de Atacado Distribuidor que adotam o ERP Sankhya possuem um nível de maturidade gerencial médio de sete pontos acima daquelas que não adotam ou fazem uso de outras soluções de mercado. 

 

Nas empresas que não utilizam o sistema de gestão, alguns problemas de negócios costumam ser mais frequentes, como:

  1. Atrasos no pagamento com possíveis perdas de crédito junto aos fornecedores
  2. Pagar juros mais altos pela captação de recursos financeiros imediatos
  3. Perdas financeiras por extravio e furto de produtos
  4. Dificuldade e demora na separação dos produtos e formação de carga
  5. Comprometimento da lucratividade
  6. Falta de informações para ações corretivas e tomadas de decisão
  7. Descontrole financeiro da empresa
  8. Falta de informações para planejamentos, análises e ações financeiras da empresa
  9. Desvios financeiros
  10. Descontrole do saldo da conta e do fluxo de caixa

 

Como um ERP pode ajudar sua empresa

O estudo da Sankhya aponta o índice de maturidade da gestão, com base em um conjunto de indicadores que são medidos em um diagnóstico inicial, que utiliza a metodologia Maha Gestão. No setor de atacado distribuidor, os principais indicadores são: 

  • Gestão Estratégica
  • Gestão de Pessoas
  • WMS
  • Controle Patrimonial
  • Gestão Financeira
  • Distribuição
  • Vendas
  • Compras
  • Precificação
  • Estocagem
  • Recebimentos
  • Pagamentos
  • Fiscal Contábil

Para saber mais sobre quais as vantagens do ERP para sua empresa atacadista, você pode consultar o estudo Com ERP x Sem ERP: como atacadistas que adotam o ERP Sankhya alcançam níveis elevados de maturidade de gestão. 

Você pode também falar com nossos consultores e solicitar um diagnóstico da sua empresa clicando abaixo.

 

 

Sobre o autor
Gabriela Padua

Formada em Publicidade, Gabriela é Redatora no time de Marketing Digital da Sankhya.

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.