Pular para conteúdo

Como integrar as filiais à matriz do meu varejo?

Estamos vivendo uma era em que recursos tecnológicos estão o tempo todo presentes, tanto para as pessoas, quanto para as...

integração filiais

Estamos vivendo uma era em que recursos tecnológicos estão o tempo todo presentes, tanto para as pessoas, quanto para as organizações. Ainda assim, há alguns gestores que encontram dificuldades em integrar as filias à matriz do negócio.

Isso parece ainda mais complicado quando se trata do varejo, tendo em vista que é uma modalidade de comércio que se define pela venda de pequenas quantidades a diversos consumidores.

Pensando nisso, resolvemos mostrar no post de hoje alguns passos que podem contribuir para a integração de todas as unidades de negócio e conseguir operar com total sinergia. Confira!

Formalização dos processos

Antes de iniciar o processo de integrar as filiais à matriz, é necessário mapear os processos, identificar e remover os gargalos e atribuir quem são as pessoas responsáveis por cada um deles. Feito isso, os processos são redesenhados para que assim possam ser preparadas as instruções de trabalho par cada um deles.

Esse trabalho é feito para ordenar o ambiente, deixando-o organizado e, assim, garantir que a integração ocorrerá em um ambiente padronizado, com processos bem definidos e preparado para receber novas informações e até mesmo novos processos, se esse for o caso.

Treinamento de colaboradores

Cada pessoa possui suas particularidades e uma forma diferente de desenvolver suas atividades. Mas para que um processo de integração funcione adequadamente, é necessário que os funcionários conheçam os objetivos da empresa, os processos e o sistema que é utilizado.

Investir em treinamento é fundamental para a capacitação dos colaboradores e aumentar as chances de que o processo de integrar as filiais à matriz seja bem-sucedido.

Comunicação interna

Um dos pontos mais importantes no processo de integração das filiais à matriz é comunicação entre elas. Ao executar uma determinada tarefa que pode afetar outra unidade, a situação, assim como as prováveis consequências devem ser reportadas em um tempo hábil para que o gestor da unidade consiga um tempo razoável de resposta, além de preparar um plano de ação.

Esse processo de comunicação ajuda as empresas a agirem como se fossem um só, como um grupo, em vez de agirem isoladamente.

Compartilhamento de recursos de TI

Algumas empresas enfrentam problemas em integrar as filiais à matriz por utilizarem softwares e recursos de TI que são incompatíveis uns com os outros. Isso diminui a eficiência da integração, limitando o compartilhamento das informações, além dos custos de manutenção serem maiores do que com um sistema unificado.

Utilização de um ERP

Falando em compartilhamento de recursos de TI, não poderíamos deixar de mencionar a importância da utilização de um ERP em toda a rede. O ERP integra todas as áreas (desde compras até o setor de expedição, por exemplo) e conecta também as filiais. Com a utilização de um sistema único, é possível saber, em tempo real, quais as movimentações e disponibilidade de estoque, transferências, transações, entre outras funcionalidades.

Uma das vantagens do ERP é que ele é facilmente adaptável às necessidades de cada cliente, oferecendo uma ferramenta altamente customizável.

A princípio, a tarefa de integrar as filiais à matriz parece complicada, mas ela se torna viável quando os processos estão bem definidos, a estrutura organizada e os colaboradores capacitados e bem qualificados.

Investir em um ERP também auxilia bastante no processo, uma vez que ajuda a integrar não só as filiais, mas também todas as áreas dentro da empresa.

Sobre o autor
Redator Sankhya

Olá! Este post foi escrito por nosso redator oficial Sankhya. Deixe seu comentário abaixo sobre o que você achou deste texto :)

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.