Pular para conteúdo

Manutenção preventiva e corretiva: o que são? Qual a diferença?

Entenda as diferenças entre a manutenção preventiva e corretiva, descubra o que é a manutenção preditiva e saiba qual programa...

manutencao-preventiva-e-corretiva

A manutenção é um conjunto de atividades e recursos aplicados aos equipamentos das empresas, visando o melhor rendimento, aumento da produção e o estabelecimento de parâmetros de disponibilidade, fazendo com que haja um desempenho seguro dos itens e maquinários e uma redução de custos.

Assim, quando os programas de manutenção são inseridos na rotina das empresas elas conseguem manter seus equipamentos funcionando por mais tempo, de forma adequada ao uso e segura, reduzindo os custos e evitando paradas que podem prejudicar a produção.

Sem tempo para ler este artigo? Você pode ouvi-lo no player abaixo:

Mas nem todo programa é igual. Isso porque existe a manutenção preventiva e corretiva (e também a preditiva). Entender cada uma delas é essencial para montar programas adequados a sua empresa. Saiba mais!

Qual a diferença entre manutenção preventiva, corretiva e preditiva?

A manutenção preventiva e corretiva são os tipos mais comuns encontrados na maioria das empresas, enquanto a preditiva ainda gera dúvidas em muitos gestores.

De uma forma geral, a diferença entre elas está no objetivo de cada ação. Isso porque a preventiva, como o nome sugere, é feita antes que algum problema aconteça, enquanto a corretiva é realizada quando algo já impede o funcionamento da máquina ou equipamento.

A preditiva, por outro lado, consiste na verificação regular dos equipamentos, buscando antecipar problemas e evitar que a manutenção corretiva aconteça, reduzindo os custos.

Vamos ver nos tópicos abaixo cada uma delas em detalhes para você entender melhor.

O que é manutenção preventiva?

Silhuetas de dois homens fazendo manutenção preventiva e corretiva.

A manutenção preventiva é aquela feita de maneira a prevenir problemas. Em geral, são feitas intervenções programadas pela equipe de manutenção, evitando que surjam falhas nos equipamentos e maquinários.

Os programas também contam com ações que ajudam a aumentar a vida útil dos equipamentos, como revisão dos sistemas e equipamentos, lubrificação, calibrações e outros procedimentos indicados pelos fabricantes.

Essa é uma manutenção programada, ou seja, ela é realizada seguindo um cronograma e acontece independentemente de danos reais.

Sua principal vantagem é que, como ela realiza essas vistorias e procedimentos, ajuda a reduzir a exposição aos danos e desgastes, diminuindo, também, os custos relacionados à reposição de peças e componentes, além das chances de os maquinários pararem, interrompendo a produção e trazendo grandes prejuízos.

Por outro lado, como a manutenção preventiva ocorre mesmo que não há danos nos equipamentos, ela também poderá fazer com que os gestores, em alguns momentos, tenham gastos desnecessários.

O que é manutenção corretiva?

A manutenção corretiva é aquela que busca corrigir os problemas ou falhas que os itens já estejam apresentando. Por isso, ela é uma manutenção não programada e, na maioria das vezes, envolve ações mais drásticas, como substituição de peças e componentes danificados ou extremamente desgastados.

Se for realizada sem planejamento, essa manutenção gera altos custos para as empresas e pode comprometer a capacidade produtiva, as entregas e os lucros mensais.

Muitas vezes, contudo, a manutenção corretiva pode ser evitada com a manutenção preditiva.

Homem de uniforme fazendo manutenção preventiva e corretiva em uma máquina.

O que é manutenção preditiva?

A manutenção preditiva atua de forma semelhante à preventiva – e muitos gestores têm dúvidas na diferença entre elas.

O que diferencia uma da outra é a maneira como as ações são sistematizadas. Na preventiva, o cronograma de ações é feito baseado em períodos, sem avaliar a estrutura e o estado da máquina.

Já na preditiva, as ações de manutenção são baseadas na inspeção sistemática e na observação frequente das modificações dos parâmetros ou condições de desempenho das máquinas e equipamentos.

Ou seja, cada máquina e equipamento da empresa é analisado frequentemente – e as ações de manutenção apenas são realizadas quando há necessidade, por exemplo, quando está ocorrendo um desgaste, o nível de lubrificante está menor do que o indicado etc.

Assim, a manutenção preditiva consegue identificar o momento certo de realizar determinada ação impedindo que o equipamento venha a sofrer com danos que paralisem seu funcionamento e adiando as ações de manutenção corretiva.

Justamente por isso, ela é a que mais economiza os recursos da empresa, porque as ações apenas ocorrem no tempo certo, sem gastos desnecessários de recursos.

Manutenção preventiva, corretiva ou preditiva: qual a mais indicada para minha empresa?

Ferramentas sobre uma mesa de madeira representando manutenção preventiva e corretiva.

Embora cada uma das manutenções tenham suas particularidades, é importante destacar que todas são importantes – e sempre haverá espaço para elas nas empresas.

A única manutenção que deve ser evitada é aquela feita sem planejamento, ou seja, apenas consertando os equipamentos danificados, sem buscar criar um plano que ajude a evitar essa situação.

Mas, de uma maneira geral, as manutenções preventivas e preditivas são as mais usadas nas empresas, justamente porque elas evitam ou adiam a necessidade de paradas no maquinário e também impedem que problemas venham a ocorrer, prolongando a vida útil dos equipamentos.

Assim, o ideal é que as empresas contem com um programa de manutenção com intervenções preventivas periódicas indicadas pelos fabricantes (lubrificação, calibração, limpeza, ventilação, etc.) e contem com a tecnologia para realizarem uma manutenção preditiva, monitorando seus equipamentos e analisando o grau de funcionamento, prevendo falhas e intervindo a tempo.

Neste conteúdo, você viu que a manutenção preventiva e corretiva são as mais usadas na maioria das empresas, mas também existe a manutenção preditiva. Embora não tão conhecida, ela ajuda a monitorar as máquinas e equipamentos, reduzindo os custos com as manutenções e evitando as paradas na linha de produção.

Gostou dessas dicas? Está em busca da tecnologia certa para gerir o patrimônio do seu negócio? Conheça as soluções da Sankhya!

Sobre o autor
Redator Sankhya

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.