Pular para conteúdo

O que é UX e como aplicar o User Experience

As pessoas querem se sentir bem quando usam algo. Pensando nisso, o conceito de User Experience (UX) vem transformando a...

user experience (ux)

As pessoas querem se sentir bem quando usam algo. Pensando nisso, o conceito de User Experience (UX) vem transformando a maneira como as empresas criam seus produtos ou serviços, tanto digitais quanto físicos, com o objetivo de entregar soluções que proporcionem aos usuários uma experiência satisfatória

Da mesma maneira que não adianta um restaurante servir uma comida boa, enquanto o seu ambiente não oferece uma experiência agradável, não basta que um software seja eficiente para a emissão de nota fiscal ou outra tarefa, mas não é intuitivo e não possui uma linguagem acessível.  

Uma boa experiência impacta em como as pessoas enxergam a sua marca. Por isso, é o que o usuário vai experienciar no todo que será determinante para o sucesso dos negócios. Nesse sentido, entender o que é UX é fundamental para melhorar a experiência oferecida pelo produto ou serviço da sua empresa. Vamos à leitura!

O que é UX?

Mas afinal, o que é UX? A abreviação para User Experience (Experiência do Usuário, em português), UX é o conjunto de elementos que tem como foco a interação de um usuário com um produto ou serviço, seja ele físico ou digital.

No entanto, não se trata apenas de aspectos do design ou da tecnologia, mas do sentimento que uma pessoa tem no uso de uma solução, ou seja, se ela gera uma percepção positiva ou negativa. O User Experience está ligado a diferentes áreas do conhecimento, como psicologia, sociologia, marketing, planejamento, tecnologia da informação e design.

Apesar de bastante relacionado ao universo digital, o termo UX vai além. Donald Norman, criador do termo enquanto trabalhava na Apple, explica que a experiência do usuário está em tudo que temos contato, ou seja, tudo que consumimos nos traz alguma experiência, inclusive aplicativos, sites e dispositivos.

“UX é tudo: é a maneira como você experimenta o mundo, é a maneira como você experimenta sua vida, é a maneira como você experimenta um serviço ou um aplicativo ou um sistema de computador”, afirma.

UX é sobre pessoas. O foco é sempre no usuário e, por isso, é importante destacar que é preciso conhecer muito bem o público-alvo do seu negócio para poder proporcionar uma experiência satisfatória.

Como funciona o UX?

Antes de mais nada, entenda que, em UX, o usuário é aquele que faz o uso do produto ou serviço e não, necessariamente, quem compra. Por exemplo, quando uma indústria adquire  um maquinário, os usuários são os colaboradores que vão manuseá-lo em uma linha de produção. Portanto, as soluções com abordagem em UX são aquelas adequadas às características e ao comportamento do usuário.

O conceito de Experiência do Usuário é muito utilizado no desenvolvimento de site, aplicação web, aplicativos móveis e outras tecnologias digitais. Primeiro, para proporcionar uma experiência incrível ao usuário durante o uso da solução, mas também porque muitas dessas interfaces digitais são o primeiro contato do usuário com uma marca.

Então, não é mais suficiente ter apenas um produto ou serviço de qualidade, mas é a experiência proporcionada durante o contato que vai impactar na percepção e no sucesso da marca. Portanto, as soluções precisam ser agradáveis, desejáveis, intuitivas, atrativas e eficientes.

Um importante artigo de UX escrito por Peter Morville, presidente da consultoria Semantic Studios, aborda sobre os 7 elementos que proporcionam uma boa experiência ao usuário.

Útil (Useful)

Os produtos ou serviços devem ser realmente úteis e inovadores.

Utilizável (Usable)

A facilidade de uso ainda é vital, mas não abarca toda complexidade da interação homem-computador. Resumindo, a usabilidade é necessária, mas não suficiente.

Desejável (Desirable)

É importante que a eficiência seja dosada por elementos do design emocional, como poder e valor da imagem, identidade, marca e outras características que envolvem a apreciação.

Acessível (Accessible)

Cada vez mais devem estar presentes recursos de acessibilidade para pessoas com algum tipo de deficiência.

Confiável (Credible)

Tratam-se dos elementos do design que influenciam na confiança que o usuário tem na empresa, por trazer mais segurança à experiência.

Localizável (Findable)

É o esforço para projetar sites, plataformas e outras soluções localizáveis, para que os usuários possam encontrar o que precisam.

Valioso (Valuable)

As funcionalidades devem agregar valor ao negócio em si. Para organizações sem fins lucrativos, a experiência do usuário deve promover a missão. Já com fins lucrativos, deve contribuir para os resultados financeiros e melhorar a satisfação do cliente.

Como aplicar o UX na sua empresa?

Primeiro, para aplicar o UX, tenha sempre em mente como o processo, a situação ou o momento podem ficar melhores para o seu usuário.

A abordagem da Experiência de Usuário na adoção de um sistema deve considerar uma estratégia. Portanto, faça pesquisas e análises com os usuários, stakeholders e concorrentes para entender o que a empresa precisa. Aqui é fundamental conhecer as necessidades de cada setor para definir a solução com UX ideal

Os próximos passos são a parte mais prática do projeto, quando ocorre a pesquisa de sistemas que atendam aos requisitos da empresa. 

É importante fazer testes com os usuários. Nessa etapa, é quando se verifica se a solução é realmente adequada para a organização e quando é analisada a possibilidade de ajustes, caso necessário. Somente quando a solução é considerada satisfatória, pode ser realizada a implantação do sistema.

A importância do UX no ERP

É importante buscar estratégias, recursos e ferramentas para agregar valor à sua empresa, de forma a impactar positivamente na experiência dos colaboradores, assim como na percepção da marca pelos clientes.

Em relação à performance de um software de ERP, o conceito de UX é essencial para o sucesso desses sistemas. Como já mencionado, de nada adiantará ter uma ferramenta eficiente, mas que não seja útil para um negócio ou seja difícil de utilizar.

Por exemplo, imagine que um gestor está fazendo um cadastro de um parceiro no sistema e, ao completar o processo, aparece a mensagem “ERRO 4581Q”. Essa descrição pode não ser familiar para o gestor e gerar desgaste. Por outro lado, se esse ERP tiver a atuação de um UX designer, essa jornada pode ser melhorada para que, quando aparecer um erro como esse, seja dada uma mensagem mais amigável e entendível para qualquer usuário do sistema.

Ter a experiência de usuário (UX) correta permite que os usuários do sistema tenham acesso a todas as informações sobre o produto ou serviços. Se eles tiverem as respostas para todas as suas consultas no próprio sistema, não precisarão enviar um e-mail ou ligar para o suporte. Ou seja, o UX em um ERP é extremamente importante para que não haja dúvidas nas interações que o usuário tem com o sistema.

Na Sankhya, temos uma equipe composta por 7 UX designers comprometidos em melhorar toda a experiência do usuário. O User Experience não envolve apenas o design de um produto ou de um aplicativo em desenvolvimento, mas sim todo o conjunto oferecido. Então, cada detalhe é decisivo para a conquista de uma imagem positiva para nossos produtos e serviços.

Portanto, um sistema de gestão inovador é aquele com uma abordagem voltada à experiência do usuário. Ou seja, que seja desenvolvido para atender às características e às expectativas dos diferentes perfis de usuários.

Por isso, ao contratar um sistema de gestão, priorize um ERP que atenda ou se adapte às necessidades do seu negócio. A plataforma da Sankhya vai além do ERP. Baseada no conceito EIP (Enterprise Intelligence Platform), a solução aprende com o usuário e o conduz nas melhores práticas de gestão.

Investir em UX é um processo contínuo para criar experiências encantadoras em meio ao mercado competitivo e em constante transformação. Para ficar por dentro dessas e de outras estratégias, assine nossa newsletter.

Sobre o autor
Ellen Guissoni

Formada em Engenharia de Computação e mestranda em Softwares acessíveis (foco em acessibilidade), já foi programadora por 5 anos, e migrou para o UX Design há 2 anos.

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.