sala de imprensa

Planejamento, controle e análise de resultados: contribuições da tecnologia para gestores de empresas de segurança | Agência Estado
10/April | 2018

Na mesma medida em que o mercado cresce, as empresas de segurança precisam se profissionalizar para gerar melhores resultados. Para isso, os gestores precisam ficar de olho em alguns elementos específicos desse mercado: recursos humanos, matérias e bens duráveis. O correto equacionamento de cada um deles é a chave para a obtenção das margens esperadas.

Alguns gestores de empresas de segurança ainda dimensionam seus contratos com pouca ou nenhuma ajuda da tecnologia. Isso pode resultar em equívocos e impactos na lucratividade. A implantação de processos automatizados chega como um grande aliado nesse mercado. Veja:

1. Elaboração de novas propostas comerciais

O primeiro passo para uma gestão mais eficiente começa na elaboração do orçamento. Esse mercado caracteriza-se pela alocação de profissionais especializados nos diferentes prédios e estruturas de seus clientes, para a prestação de serviços de segurança patrimonial e controle de acesso. Muitas oferecem também serviços de vídeo monitoramento, escolta e transporte de valores.

Ao elaborar uma proposta comercial, o gestor precisa estudar minuciosamente sua estrutura de custos relacionada a pessoal qualificado (seguranças, recepcionistas, guarda armada, motoristas, etc.); materiais (uniformes, calçados, equipamentos de proteção individual) e aquisição ou depreciação de equipamentos (armas, veículos, radiocomunicadores, câmeras, etc.). Qualquer erro no cálculo desses valores pode comprometer o resultado financeiro esperado, encarecendo ou barateando demais a prestação de serviços.
Com a ajuda de um sistema de gestão ERP flexível e completo, é possível mensurar de forma acurada cada um desses valores, dimensionar a necessidade do cliente e fazer os cálculos de forma automatizada. Por ser um setor que depende de pessoas, o histórico de transações anteriores ajuda a calcular os riscos de custos adicionais com afastamentos, ausências não programadas e necessidades adicionais de contratação, por exemplo.

Os curtos com materiais e equipamentos também podem já estar inseridos no sistema, por meio de processos que ajudam a avaliar o estoque existente, a necessidade de compras ou aluguel, entre outros fatores. O gestor que conta com a tecnologia a seu favor, consegue elaborar seu orçamento de forma automatizada, a partir de informações previamente inseridas no sistema. É possível fazer cálculos ligados a fatores com alta probabilidade de acontecerem, como afastamentos e quebra de equipamentos. Uma vez que estejam previstos no orçamento, aumenta o nível de segurança.

2. Gestão de contratos em Empresas de Segurança

Quando o orçamento é aprovado, dentro de todas as suas particularidades, um bom sistema informatizado vai incorporá-lo em um módulo de gestão de contratos. É como se o status do orçamento mudasse para operação do serviço no dia a dia da organização. Nessa etapa, as empresas de segurança normalmente passam pelo período de mobilização (início das operações, que envolvem gastos maiores) e depois pelas atividades do dia a dia (principais custos fixos).

Um sistema de gestão ERP para empresas de segurança deve ser capaz de ajudar o gestor a fazer esse planejamento e os cálculos. Por exemplo, o custo com uniformes e calçados acontece duas vezes por ano. A compra de equipamentos também é pontual. Já o pagamento de salários e benefícios, esse acontece mensalmente, desde o início do contrato. A gestão de pessoas inclui inúmeras variáveis, a depender do regime de contratação e dos benefícios trabalhistas oferecidos.

Quanto começa a operação, é preciso que haja controle total sobre o número de profissionais alocados, em que unidade trabalham, que tipo de serviço prestam, em qual posição atuam, com que tipo de material, etc. Esse acompanhamento vai permitir que o gestor possa ter uma visão em tempo real sobre os compromissos de entrega para cada cliente, bem como programar-se para eventualidades.

Um sistema de gestão ERP para empresas de segurança oferece todas as informações sobre seus contratos de prestação de serviços. Isso é feito em tempo real, com dashboards que indicam o que foi contratado e o que efetivamente está sendo entregue, diariamente.

Mensalmente, o gestor pode gerar relatórios completos dos indicadores, analisar o que foi previsto e o que foi realizado. Pode também gerenciar imprevistos, solicitar adequações, fazer compras emergenciais e acompanhar cada item do contrato, de maneira a garantir sua rentabilidade, cumprindo o que foi acordado com o cliente.

3. Análise de indicadores em Empresas de Segurança

Uma característica comum em empresas de segurança são os custos invisíveis, que aparecem no decorrer do contrato e passam despercebidos em nome de atender às necessidades do cliente. Um exemplo é a troca de profissionais (afastamentos, faltas folgas), a quebra de equipamentos ou a falha em algum material necessário ao trabalho. Tudo isso pode gerar despesas que acabam por ser assumidas pelo prestador de serviços, caso não tenham sido previamente negociadas.

Esses gastos que ninguém vê podem ser acompanhados em tempo real pelas empresas que contam com sistemas de gestão mais completos. A tecnologia permite acompanhar e avaliar cada exceção, cada item que sai daquilo que foi contratado. Por exemplo, se for necessária a contratação de mais pessoas ou a troca de uniformes, isso só pode ser feito mediante autorizações eletrônicas, em que os custos são devidamente mensurados e informados ao cliente.

4. Sistema de Gestão ERP para empresas de segurança

O mercado já oferece soluções em sistemas de gestão que se adéquam aos negócios desse segmento: http://bit.ly/2pp1fvd . Da elaboração de propostas comerciais à aferição de resultados, tudo pode ser formalizado, medido, reavaliado e implementado para garantir a satisfação do cliente e também a lucratividade do contrato.

Empresas de segurança administram variáveis bastante complexas, principalmente na área de Recursos Humanos. A tecnologia ajuda a dimensionar, acompanhar e controlar a prestação de serviços, o que contribui para contratos cada vez melhores e negócios cada vez mais lucrativos.

Por Anderson Santos – Gerente de Projetos na Sankhya Gestão de Negócios

Fonte:

Planejamento, controle e análise de resultados: contribuições da tecnologia para gestores de empresas de segurança | Agência Estado

Essa matéria foi útil?

Seu feedback é muito importante!

Veja também

plugins premium WordPress
SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Sua inscrição foi realizada com sucesso.

SOLICITE UMA PROPOSTA

Nossos consultores estudarão a fundo suas necessidades e apresentarão as melhores soluções para a sua empresa.

Fale com um Consultor

Obrigado por se cadastrar

SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.