Pular para conteúdo

5 segredos de gestão para o varejo

A gestão de empresas do varejo pode ser um pouco mais complicada do que realmente parece. Ao contrário do que...

A gestão de empresas do varejo pode ser um pouco mais complicada do que realmente parece. Ao contrário do que muita gente pensa, não se trata apenas de comprar, vender e tratar das questões fiscais. Pensando nisso, decidimos destacar 5 pontos na operação que são importantes para uma gestão eficiente, mas que muita gente desconhece ou desconsidera.

Quer saber mais? Confira:

Previsão de vendas

5-segredos-de-gestão-para-varejo-1

As previsões de venda são levantamentos que os varejistas devem fazer baseados em históricos de vendas passadas. Elas auxiliam a calcular com mais precisão quais serão os produtos que devem ser comprados, quais as quantidades, qual deve ser o nível de estoque e o ponto de ressuprimento para que não haja risco de deixar de atender uma venda por falta de produto. Isso se aplica também para o contrário: a previsão de vendas evita que o gestor realize compras além do que é necessário, abarrotando os estoques e aumentando os custos.

A previsão de venda pode ser estimada com base em históricos mensais, semestrais ou anuais. Em casos de produtos sazonais, como, por exemplo, artigos natalinos, as vendas são estimadas com base em estações.

As previsões devem ser estipuladas levando em consideração a quantidade de vendas, cenário econômico e a concorrência.

Giro de estoque

5-segredos-de-gestão-para-varejo-2

O giro de estoque é um índice que aponta o volume de estoque que o varejista deverá ter em período de tempo para sustentar um determinado volume de vendas.

Essa ferramenta permite um cálculo eficiente de quanto tempo o seu estoque pode durar para atender o volume das vendas antes que os produtos comecem a faltar. Ela serve como base para calcular o nível mínimo onde o estoque necessitará de reposição (alinhada com os prazos praticados por fornecedores), e também para criar ações que minimizem a perda das vendas ocasionadas pela falta do produto.

Através do giro de estoque também é possível saber quais produtos têm um giro maior (vendem mais) e que devem ser comprados com maior frequência e quais produtos possuem baixo giro ou estão obsoletos. Isso permite ao gestor ter o conhecimento sobre quais produtos devem sair da lista de compras, evitando, assim, custos desnecessários com estoque de produtos que dificilmente serão vendidos.

Avaliação dos fornecedores

5-segredos-de-gestão-para-varejo-3

Para conseguir compor um mix de produtos que sejam adequados às necessidades de seus clientes, empresas varejistas devem utilizar critérios rigorosos para avaliação dos seus fornecedores. Nesse processo, os varejistas devem considerar alguns pontos como preço, condições de pagamento, pontualidade na entrega, preços praticados pelos concorrentes, qualidade dos produtos, material de exposição, entre outros.

Ao selecionar os fornecedores, os varejistas devem ser preocupar, também, em ampliar suas opções de compra. Quando uma empresa opta por apenar um fornecedor, ela se torna refém dos preços e torna mais difícil o processo de negociação para obtenção de descontos.

Divulgação

5-segredos-de-gestão-para-varejo-4

Empresas que vendem no varejo, ao contrário das empresas voltadas para o atacado, possuem uma grande quantidade de clientes, com vários perfis e que compram em quantidades variadas. Então, o ideal é utilizar meios de divulgação em massa, como, por exemplo, redes sociais e outdoor, conseguindo, assim, atingir um número maior de clientes.

Mas é necessário criatividade para criar campanhas que consigam atingir o objetivo de atrair novos clientes. Os consumidores são bombardeados com informações sobre propagandas e promoções o tempo todo. Então, é preciso usar estratégias que diferenciem a forma como os produtos são divulgados.

Sistema de gestão para o varejo

5-segredos-de-gestão-para-varejo-5

A utilização de um sistema de gestão para o varejo abrange áreas financeiras, de gestão, estoque, vendas e fiscal. Além disso permite que o gestor possa obter informações em tempo real de todas as movimentações que são realizadas em sua loja ou em toda a rede.

Ao contrário do que muita gente pensa, manter uma gestão eficiente no setor de varejo não é uma tarefa fácil. Muitas vezes é necessário colocar em prática alguns conceitos relacionados à administração para conseguir estabelecer estratégias que vão contribuir positivamente para o sucesso do negócio. Apesar de tudo, existes softwares voltados para esse tipo de negócio que auxiliam o gestor a acompanhar as rotinas e efetuar tomadas de decisão.

EBOOK-BLOG

Assinar nosso Feed RSS

E você, acha que tem algum ponto especial que pode ser destacado na gestão de empresas de varejo? Não deixe de compartilhar suas opiniões conosco através dos comentários!
Sobre o autor
Redator Sankhya

Olá! Este post foi escrito por nosso redator oficial Sankhya. Deixe seu comentário abaixo sobre o que você achou deste texto :)

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.