Pular para conteúdo

Entenda a importância do controle de taxa de juros e rendimentos

Para manter as finanças de uma empresa em dia, há momentos em que é necessário analisar o fluxo de caixa...

Para manter as finanças de uma empresa em dia, há momentos em que é necessário analisar o fluxo de caixa e identificar a necessidade de busca por capital externo, quando os recursos do caixa não são suficientes para cobrir as obrigações financeiras. Em outros, o negócio pode ter recursos excedentes e a gestão enxergar a possibilidade de investir, aplicando-os para gerar retorno financeiro. No entanto, feitas essas operações, é preciso estar atento a um ponto indispensável: o controle de taxa de juros e rendimentos.

Quando a sua empresa toma um empréstimo ou faz uma aplicação, como é feito o registro dos juros pagos e dos rendimentos recebidos? É necessário realizar um controle rigoroso sobre esses valores, para que a empresa não tenha surpresas em relação às despesas financeiras nem seja prejudicada quanto a rendimentos que possam não ser pagos conforme o esperado.

Para entender a importância do controle de taxa de juros e rendimentos, trouxemos alguns benefícios de fazê-lo. Continue a leitura e fique por dentro de como realizar esse registro de forma eficiente na sua empresa.

Por que fazer controle de taxa de juros e rendimentos?

Realizada alguma operação de captação de recursos, operação de crédito ou aplicação de recursos, por exemplo, é muito importante fazer o registro dos juros que a empresa está pagando e, no caso das aplicações, o registro dos rendimentos dos valores aplicados.

Listamos a seguir os principais motivos para você fazer esse controle de taxa de juros e rendimentos na sua empresa:

Facilita o controle e a tomada de decisão

O registro de taxa de juros e rendimentos garante que a empresa tenha informações gerenciais sobre o negócio, permitindo que o gestor tenha um controle mais preciso sobre as finanças e tome decisões mais estratégicas e assertivas.

Por exemplo, em relação a uma aplicação, o controle de rendimentos permite que a empresa decida o melhor momento de fazer o resgate.

Possibilita a conciliação bancária

A conciliação bancária é a conferência que a empresa precisa fazer entre o que está lançado em seus registros e o que efetivamente está no banco. Portanto, se a empresa não realiza um controle de taxa de juros e rendimentos, fica impossível realizar a conciliação bancária, que é uma rotina fundamental para os processos financeiros do negócio.

Evita descontrole e desvios financeiros

Com um controle de taxa de juros e rendimentos realizados de maneira adequada, é possível fazer análises financeiras sobre, por exemplo, quanto a empresa está pagando de juros por operações de crédito, qual é o valor de rendimento dos recursos aplicados etc.

A ausência desses registros pode gerar descontrole do saldo da conta e do fluxo de caixa e a empresa fica sujeita até mesmo a desvios financeiros por pessoas que agem de má fé. Sendo assim, é fundamental fazer um controle minucioso para garantir que essas falhas não ocorram.

Na prática, como realizar o controle de taxa de juros e rendimentos?

Para a realização do controle de taxa de juros e rendimentos da forma mais adequada, é essencial que a empresa eleja um responsável por todas as movimentações financeiras. Esse profissional deve ter total controle dos dados financeiros, fazendo o registro das despesas financeiras (quanto aos empréstimos) e das receitas financeiras (quanto às aplicações).

A maneira mais inteligente de fazer o registro desses dados é por meio de um sistema de gestão (ERP), que automatiza processos e garante a confiabilidade das informações, já que realiza o controle de quem e quando fez o registro. Assim, fica mais difícil haver desvios e demais problemas relacionados ao caixa da empresa.

A seguir, veja na tela do ERP Sankhya como o responsável pelas movimentações financeiras da empresa faria esse tipo de lançamento para controle de rendimentos da aplicação:

Nessa tela, foram informados:

  • Data de Negociação: preenchimento da data da aplicação.
  • Valor do Desdobramento: preenchimento do valor da aplicação.
  • Valor dos Juros: preenchimento do valor correspondente aos rendimentos da aplicação.
  • Rendimentos Financeiros: classificação da receita lançada.

A vantagem de registrar em um campo específico o valor exato do rendimento da aplicação ou do juros do empréstimo é a facilidade de gerar um relatório que contenha as informações sobre os valores gastos com juros e as receitas com rendimentos das aplicações. Assim, torna esse processo bem ágil e com dados mais precisos.

Um bom software de gestão agiliza bastante esse trabalho e contribui para ter informações mais seguras de forma a auxiliar o gestor a tomar decisões melhores. A era de tomar decisões sem ter como base dados concretos ficou no passado. Hoje, a tecnologia permite prever cenários e ir para a ação sabendo qual será o provável resultado.

Saiba mais sobre a importância de um ERP para, além de facilitar o controle de taxa de juros e rendimentos, promover tomadas de decisões assertivas na sua empresa:

Como um ERP pode impactar na tomada de decisão dentro das empresas

Sobre o autor
Redatora Sankhya

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.