Pular para conteúdo

Sistema ERP: principais vantagens e 6 dicas para uma implantação de sucesso

Um Sistema ERP reúne um valioso conjunto de funcionalidades. Sua função é integrar informações, bem como controlar processos, qualidade, produtos, linhas de...

sistema erp

Um Sistema ERP reúne um valioso conjunto de funcionalidades. Sua função é integrar informações, bem como controlar processos, qualidade, produtos, linhas de abastecimento, estoques e muitas outras áreas em um único banco de dados. Ao implantar um ERP, a empresa elimina a perda ocasional de dados, evitando erros e retrabalhos simplesmente pela não integração de processos.

Alinhando todos os departamentos e as funções em um único ambiente tecnológico, o ERP também facilita a obtenção de relatórios gerenciais e melhora a tomada de decisões.

Que tal aprender a implantar um sistema ERP e transformar seu negócio para melhor?

Antes, porém, vamos relembrar a importância dessa solução tecnológica para as organizações, ok? Acompanhe! Se preferir, você pode ouvir a narração do conteúdo clicando abaixo.

Principais vantagens de implantar um sistema ERP

Veja agora as principais vantagens que uma empresa obtém ao implantar um sistema de ERP:

Redução de custos

Um bom ERP substitui os vários sistemas fragmentados dentro da organização, atendendo a todas as áreas por meio de uma só plataforma. Com isso, acaba eliminando custos com licenças e treinamentos de usuários em diferentes ferramentas — afinal, quanto mais ferramentas, mais licenças e mais treinamento.

E não é só isso! Ao integrar todas as funcionalidades necessárias ao dia a dia dos diversos departamentos de um negócio, há também um ganho significativo em produtividade. A área de finanças, por exemplo, não precisará esperar as planilhas do RH para efetuar o pagamento da equipe, uma vez que os dados serão encaminhados automaticamente, sem necessidade de intervenção humana.

Colaboração e produtividade

Quando a empresa não conta com um ERP, a redundância e a perda de tempo tendem a fazer parte das operações. Isso porque é preciso completar tarefas repetitivas manualmente, o que influencia diretamente na capacidade produtiva dos colaboradores.

Um bom ERP permite compartilhar e editar dados, além de melhorar a segurança da informação. Consequentemente, aumenta tanto a colaboração entre as equipes quanto a produtividade em si.

Capacidade analítica

Integrar toda a operação em uma única solução possibilita gerar relatórios mais confiáveis e de forma mais eficiente. E isso pode incluir tudo, desde receitas e despesas a relatórios personalizados, com base em métricas e tendências, ampliando o poder de decisão da equipe executiva do negócio.

Satisfação dos clientes

Com a melhora na integração dos processos, toda a empresa se torna mais produtiva. E isso é refletido na satisfação dos clientes, que passam a ter seus pedidos atendidos mais rapidamente, além de perceberem a melhoria na qualidade dos produtos e serviços, resultante de uma gestão mais inteligente. Assim, o relacionamento com o cliente ganha força. Imagine se, em poucos segundos, o time de atendimento pudesse obter informações sobre a expedição de um pedido ou sobre a emissão de uma nota fiscal, dando respostas rápidas aos consumidores. Faria toda a diferença, não concorda?

Cumprimento da legislação

Outra importante vantagem de se implantar um sistema ERP, envolve a certeza de que as normas regulatórias e governamentais serão devidamente cumpridas, já que a integração dos processos simplifica o manejo da complexa legislação tributária brasileira.

Além disso, a capacidade de reunir dados pode trazer mais transparência à empresa na hora de apresentar informações para auditorias de órgãos como o Ministério do Trabalho e a Receita Federal, entre outros.

Passo a passo para implantar um sistema ERP

Você já entendeu que contar com um sistema de gestão na empresa traz grandes benefícios, correto? Mas é preciso não criar ilusões. Então saiba desde já que um ERP não é um sistema plug-and-play. Assim, para obter os resultados esperados, a empresa deve se preparar.

Pensando nisso, separamos aqui algumas dicas para que a implantação da solução seja feita de forma eficaz:

Planejamento e avaliação prévia

O gestor deve saber que a implementação do sistema de gestão impactará profundamente nos processos de negócio da empresa. Por esse motivo, precisa estudar os processos com antecedência, certificando-se de que o sistema escolhido estará alinhado com seus objetivos estratégicos e atenderá às particularidades do negócio.

Entendimento do próprio sistema

Antes da implantação, é preciso compreender as características e funcionalidades do sistema, uma vez que essa será a base para o reconhecimento dos recursos-chave e de sua efetiva utilização pela equipe.

Consciência do investimento total

É preciso ter consciência do custo total de propriedade de um sistema de ERP. Lembre-se, afinal, de que o projeto não termina com a implantação do software. Assim, é preciso ter o custo e o tempo do projeto na ponta do lápis, incluindo aí a formação dos profissionais, uso de consultores, licenças de uso, dentre outros.

Equipe representada por completo

Quem são as pessoas-chave do negócio? A questão vai além dos executivos, chegando até a quem faz um trabalho totalmente operacional. Todos precisam ser incluídos no projeto, que não pode ficar restrito somente à equipe de TI. Então guarde: um bom time de implantação envolve representantes de todas as áreas.

Implantação da gestão de mudança

Como você já ficou sabendo por aqui, o processo não termina com a implantação do ERP. É preciso treinar sua equipe para utilizá-lo. E esse treinamento deve acontecer antes que o sistema efetivamente entre em operação. E a lógica por trás disso é simples: os usuários devem estar preparados para não prejudicar o andamento das atividades da empresa.

Precisão dos dados

Pode-se dizer que um sistema ERP com dados incorretos perde sua função. Assim, não é possível conviver com a entrada de dados imprecisos ou sequer imaginar que tais dados podem ser corrigidos mais tarde. Não tem como fugir: o erro se espalhará por todas as áreas bem como pelos processos do negócio.

Esses são alguns dos principais cuidados para implantar um ERP e garantir a utilização do sistema de forma eficiente. Só assim será possível obter benefícios como:

  • Integração de informações;
  • Padronização e otimização de processos;
  • Redução de erros e riscos;
  • Automatização de processos e controles manuais;
  • Controle sobre as operações da empresa;
  • Otimização do fluxo da informação;
  • Precisão e segurança nas informações;
  • Redução de falhas;
  • Acesso a informações gerenciais gráficas em tempo real com total mobilidade;
  • CRM e SRM.

Agora que você está preparado para avaliar a estrutura da sua empresa e usufruir da melhor forma possível dos recursos oferecidos pelos sistemas de gestão empresarial, que tal compartilhar este post em suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a essas dicas?

Sobre o autor
Redator Sankhya

Olá! Este post foi escrito por nosso redator oficial Sankhya. Deixe seu comentário abaixo sobre o que você achou deste texto :)

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.