Pular para conteúdo

O que é a Indústria 4.0 e qual seu impacto no mundo

Com o avanço da tecnologia favorecendo diversos setores, a indústria passou a ter processos de automatização na rotina de atividades....

Indústria 4.0

Com o avanço da tecnologia favorecendo diversos setores, a indústria passou a ter processos de automatização na rotina de atividades. O conceito de Indústria 4.0 trouxe essa tecnologia, permitindo que máquinas fossem integradas umas às outras digitalmente. 

Podemos dizer que o conceito de Indústria 4.0 remete a uma fábrica inteligente, em que a modernidade vai além dos equipamentos. São redes que conseguem ter o total controle da parte de produção da indústria e monitorar processos físicos em tempo real, conectando máquinas e sistemas.

Está sem tempo para ler este conteúdo? Ouça-o clicando no player abaixo:

Neste artigo, trouxemos mais informações sobre o conceito de Indústria 4.0, qual é o seu impacto no mundo, seus benefícios, as tecnologias por trás desse conceito e a importância do ERP em todo esse processo. Confira!

Do que se trata o conceito de Indústria 4.0?

Para entendermos o conceito de Indústria 4.0, precisamos voltar no início da Revolução Industrial (que também pode ser denominada Indústria 1.0) para entendermos todos os processos de cada fase até chegar à atualidade:

  • Indústria 1.0 (fim do século 18): mecanização, energia a vapor e energia hidráulica;
  • Indústria 2.0 (fim do século 19): produção em massa, linha de montagem e eletricidade;
  • Indústria 3.0 (meados de 1970): computadores, robôs e automação dos processos;
  • Indústria 4.0: sistema físico cibernético, execução de tarefas instantâneas e hiper conectividade.

A Quarta Revolução Industrial ou Indústria 4.0 começou a ter força em 2011 e é movida por outras tecnologias de grande importância nos últimos anos, como a Internet das Coisas (IoT) e a Inteligência Artificial.

Sendo assim, a Indústria 4.0 modifica positivamente toda a produção de uma empresa, ampliando a forma de trabalho dinâmica, interligando sistemas e conectando trabalho físico e digital. Através dessa unificação, é possível integrar setores, fornecedores e produtos da indústria.

Nos últimos anos, houve um aumento de indústrias brasileiras que adotaram essas novas ferramentas. Entre 2016 e 2018, o percentual de empresas que passaram a usar pelo menos uma tecnologia cresceu de 63% para 73%, de acordo com pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria sobre o cenário da Indústria 4.0 no Brasil.

Com a inserção digital nos meios de produção, as fábricas inteligentes conseguem aprimorar os processos, otimizar tempo e impulsionar crescimento de forma dinâmica e inovadora, se destacando no mercado com alguns fatores importantes:

  • Operação em tempo real;
  • Rastreabilidade e monitoramento;
  • Trabalho de forma descentralizada;
  • Flexibilidade para alterar tarefas das máquinas.

Como a Indústria 4.0 pode impactar o mundo?

Com o avanço da tecnologia e o conceito de Indústria 4.0, as indústrias começam a se adaptar a essas inovações, utilizando estratégias de negócios que envolvem soluções digitais.

Diante disso, o maior e mais comentado impacto na Indústria 4.0 é a questão da demanda de mão de obra. Saem de cena muitos trabalhos manuais e repetitivos e entram competências profissionais voltadas à tecnologia. Por isso, é importante que os trabalhadores da indústria se mantenham atualizados em relação às novas tendências e de que forma é possível se destacar nesse novo mercado.

Assim como toda a transformação da Revolução Industrial, algumas áreas estão aos poucos sumindo do mercado e outras surgindo. De acordo com estudo realizado pela Dell Technologies, 85% das profissões que estarão em destaque em 2030 ainda nem existem. Por isso a importância de buscar conhecimento por meio do estudo de novas tecnologias, que são desenvolvidas constantemente.

A preocupação pela substituição dos humanos por máquinas e, consequentemente, pela diminuição de vagas de trabalho não deixa de existir. No entanto, é preciso entender que novas oportunidades e diferentes áreas surgirão e, por isso, as pessoas precisam se adaptar à nova era industrial, assim como aconteceu com as anteriores.

Veja também o vídeo abaixo em que o Mestre do ERP fala mais sobre como a Indústria 4.0 pode impactar o mundo:

Quais são os benefícios trazidos pela Indústria 4.0?

A chegada da Quarta Revolução Industrial traz inúmeros benefícios às fábricas, melhorando a produtividade, tornando mais ágeis as operações e aumentando os lucros. Segundo dados publicados pelo Sistema Indústria, o uso das novas tecnologias digitais nas fábricas aumentou em 22% a capacidade de produção.

Empresas que implementam as novas tecnologias em um mercado cada vez mais competitivo garantem destaque e crescimento por automatizarem seus processos.

Além disso, se algum imprevisto acontecer, o tempo de reação é muito mais baixo, uma vez que a tecnologia possibilita ao gestor industrial saber o que está acontecendo sem precisar estar no chão de fábrica o tempo todo.

Nesse sentido, listamos os 3 principais benefícios que empresas que aderem à Indústria 4.0 podem ter.

1. Redução de custos

Erros manuais durante a produção significam custos a mais para a empresa, já que os desperdícios nas matérias-primas afetam o financeiro. Com o uso de máquinas e tecnologias, os riscos de falhas são menores e elas podem inclusive ser antecipadas, evitando gastos desnecessários.

2. Diminuição de erros

A Indústria 4.0 consegue prever falhas de forma dinâmica. Assim, é possível solucionar os problemas em tempo real e evitar atrasos em todo o processo. Quanto mais eficaz o trabalho das máquinas e com menos erros, maior a produtividade e a otimização de tempo da empresa.

3. Aumento de eficiência

Uma fábrica precisa de dinamismo em suas atividades e otimizar o máximo de tempo possível para uma maior produtividade. Por isso, a introdução da Indústria 4.0 com sua automação gera mais praticidade.

Conheça as principais tecnologias da Indústria 4.0

Uma boa estratégia em fábricas que desejam elevar os níveis da produção é a aplicação das principais tecnologias da Indústria 4.0, que se adequam às necessidades da organização

De acordo com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o impacto do uso das tecnologias da Quarta Revolução Industrial pode reduzir custos em R$ 73 bilhões por ano nas indústrias. Por isso, é importante conhecer essas ferramentas e seus potenciais.

Internet das Coisas (IoT)

Para garantir uma maior facilidade e eficácia na integração de informações, a Internet das Coisas é capaz de fazer a interação com controladores de forma a se comunicar em tempo real

Com o uso da IoT, é possível fazer uma conexão entre diversos dispositivos e até mesmo de uma fábrica inteira. Por meio de comandos de um ERP, é possível mudar as ações das máquinas através de um sistema central.

Inteligência Artificial e robôs

Indústrias que investem em inteligência artificial conseguem aumentar a produção, melhorar o desempenho, poupar mão de obra e reduzir custos. O trabalho de máquinas e robôs não necessitam da interferência humana e conseguem se comunicar entre si. 

A inteligência artificial é um dos principais pilares da automatização, uma vez que possibilita, por meio de softwares, chegar próximo à inteligência humana e operar tarefas de forma dinâmica e com um menor risco de erros.

Cibersegurança

Com o avanço cada vez maior da tecnologia com a chegada da Quarta Revolução Industrial, a segurança dos sistemas e das máquinas passou a ser um requisito importante na estratégia de gestão das fábricas.

Os ciberataques são muito comuns e, por isso, as empresas precisam se proteger contra essas ameaças. É preciso ter comunicações seguras, bons gerenciamentos de identidades, acesso protegido aos sistemas e às máquinas para que não atrapalhe a produção de maneira inesperada.

Por que é importante contar com um ERP na Indústria 4.0?

Os processos industriais necessitam cada vez mais da Indústria 4.0 para automatizar suas produções. O sistema ERP é uma solução importante para unir as bases de dados.

A pesquisa Panorama Mercado ERP 2020 apontou que 51,92% dos usuários de ERP estão totalmente satisfeitos em utilizar o sistema

Ainda segundo essa pesquisa, 17,73% pretendem investir em treinamento dos funcionários para o uso do ERP. Essas informações mostram a importância dessa tecnologia para as operações industriais: suprimentos, manutenção, manufatura, financeiro e administrativo.

Centralizando todas as informações em um único sistema, o acesso pode ser feito em tempo real, facilitando processos gerenciais. Dos inúmeros benefícios de investir em um ERP na indústria, listamos os principais:

  • Aumento na produtividade;
  • Redução de custos;
  • Diminuição de erros;
  • Acesso a planilhas detalhadas;
  • Integração com todos os setores.

O ERP tem um papel fundamental e essencial na Quarta Revolução Industrial. Todas as informações da operação fabril coletadas em tempo real podem ser integradas com o ERP, trazendo uma sinergia imprescindível para o sucesso da indústria, elevando o nível da gestão e exponencializando os resultados.

Além disso, falando do contexto atual, a pandemia trouxe uma nova realidade para as fábricas, afinal cresceu a necessidade das informações estarem consolidadas e de fácil acesso. Nessa urgência, as empresas que já contavam com um ERP Web ou Cloud tiveram seu tempo de reação muito reduzido.

O ERP Sankhya é um sistema online que contempla um dos grandes benefícios da Indústria 4.0: conectividade e integração. Todos os pontos de contato podem estar interconectados e concentrados em uma única solução, já que todas as etapas da cadeia de valor da empresa são acompanhadas na sombra digital, de maneira horizontal.

Dessa forma, o ERP contribui para a agilidade, o aumento de produtividade e a redução de custos ao incorporar os conceitos da Indústria 4.0.

Fale com um consultor e saiba mais sobre como o ERP Sankhya pode auxiliar a sua indústria

Sobre o autor
Redatora Sankhya

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.