Pular para conteúdo

O que é Employer Branding e qual sua importância para gestão de pessoas?

Por que um profissional vai querer trabalhar na sua empresa? É cada vez maior o desafio para um gestor de...

employer branding

Por que um profissional vai querer trabalhar na sua empresa? É cada vez maior o desafio para um gestor de RH encontrar profissionais qualificados e motivados. O caminho é ter uma marca empregadora forte e positiva. Portanto, é necessário investir em Employer Branding, uma estratégia para atrair e reter os melhores talentos para o seu negócio.

Está na hora de pensar em como os colaboradores e potenciais candidatos enxergam a sua marca, bem como construir uma reputação que faça da sua empresa um bom lugar para se trabalhar. A gestão de pessoas como estratégia é fundamental para as organizações se manterem competitivas.

Sem tempo para ler esse conteúdo? Ouça-o no player abaixo:

Esse é o assunto que vamos abordar neste artigo. Continue a leitura e entenda como o Employer Branding pode ajudar a sua empresa a despertar a atenção dos profissionais e ter mais engajamento dos colaboradores.

O que é Employer Branding?

Antes de explicarmos o conceito de Employer Branding, é importante falarmos de Branding. O termo se refere a estratégia de gestão de marca e tudo que isso envolve. Ou seja, estabelecer o posicionamento e os valores de marca, planejar e implementar programas de gerenciamento de marcas, avaliar e interpretar o desempenho da marca e promover o crescimento e a sustentação do Brand Equity (o valor da marca).

Ao mesmo tempo que uma estratégia de Branding visa cuidar da imagem e da reputação da empresa diante dos seus clientes, é cada vez mais fundamental trabalhar também a percepção dos colaboradores sobre a organização, por meio do Employer Branding.

O Employer Branding é a gestão da imagem da empresa como marca empregadora, uma estratégia de atração e retenção de talentos para gerar uma percepção positiva da empresa como local de trabalho.

A importância do Employer Branding para as organizações

Como o seu colaborador percebe a sua empresa? A forma de buscar um emprego vem mudando. Os profissionais não buscam somente uma remuneração atrativa, eles desejam fazer parte de organizações com propósito, éticas e reconhecidas por serem os melhores locais para se trabalhar.

Para responder a esse cenário, é importante que a área de gestão de pessoas tenha uma visão estratégica para destacar a empresa entre seus concorrentes, além de manter seus funcionários.

O conceito de Employer Branding não visa apenas a remuneração dos colaboradores, mas um conjunto de iniciativas para garantir a motivação e bem-estar dos colaboradores. Dessa forma, os colaboradores se empenham em continuar na empresa e os profissionais disputados pelo mercado enxergam a organização como um ambiente favorável para a sua carreira

Principais benefícios do Employer Branding para a empresa

Um time de alta performance, mais produtividade, redução de custos, boa reputação e percepção de valor são alguns dos benefícios de trabalhar a marca empregadora da sua empresa. 

Confira como o Employer Branding torna as empresas mais competitivas e impacta os negócios em diversas frentes

Atrai e retém os melhores talentos

Em um cenário competitivo, é a força de uma marca empregadora que vai possibilitar que as empresas tenham os melhores profissionais.

Reduz os custos de recrutamento

A empresa que passa a figurar como um bom local para se trabalhar e é reconhecida pelo seu potencial empregador atrai mais candidatos e aumenta as indicações, o que minimiza os esforços de Recursos Humanos para preencher as vagas. Além disso, há redução do turnover, diminuindo as despesas com processos de admissão e demissão.

Aumenta a produtividade dos colaboradores

Organizações com uma marca empregadora forte também são aquelas que têm uma equipe de alta performance. Colaboradores motivados e inspirados estão mais empenhados em atingir suas metas e alcançar os melhores resultados.

Contribui com Marketing e Relações Pública

Há uma melhora na percepção da marca como um todo. Os colaboradores tornam-se defensores da empresa e contribuem com uma divulgação espontânea da marca.

Isso fortalece o reconhecimento da marca pelo mercado, impactando positivamente os clientes, os fornecedores e a sociedade em geral.

Como colocar o Employer Branding em prática? Confira 5 dicas

A implementação de Employer Branding é uma estratégia de longo prazo, mas é importante começar o quanto antes.

O processo passa por uma revisão da cultura empresarial e dos princípios que norteiam a organização, além de planejamento, constante avaliação e fortalecimento da marca.

1. Identifique os valores do negócio e estabeleça o posicionamento da marca

A cultura organizacional é o ponto de partida. Portanto, é preciso reconhecer a identidade da empresa para estabelecer missão, visão e valores da marca.

São os pilares estratégicos da organização que vão conduzir todo o planejamento. Então, a partir disso, é necessário estabelecer o posicionamento da sua marca.

2. Faça um diagnóstico do ambiente

Analisar o quadro atual é um caminho para conhecer os pontos positivos e negativos sobre o ambiente de trabalho. Então, nada melhor do que consultar os próprios colaboradores.

Avalie a percepção dos funcionários sobre a remuneração, a política de benefícios, as condições de trabalho, a atuação da liderança, as possibilidades de crescimento e aprendizado, entre outros aspectos.

3. Elabore um planejamento e detalhe as estratégias 

Nessa etapa, é importante ter claro qual é o objetivo a ser alcançado com as estratégias de  Employer Branding. A empresa pode precisar melhorar o ambiente de trabalho, atrair candidatos mais alinhados a vagas específicas ou diminuir a rotatividade de funcionários. 

Depois, deve-se definir um cronograma, avaliar os recursos disponíveis, desenhar as ações práticas ou os programas e estabelecer os indicadores para mensurar os resultados. 

4. Promova o crescimento e a sustentação do valor da marca

É importante melhorar a comunicação interna da empresa. Se a empresa não se comunica de forma eficaz e transparente, é inviável pensar em um ambiente de trabalho positivo. 

Portanto, defina os canais de comunicação e comunique os valores da empresa, promova a troca de ideias e estimule o feedback. 

Outro ponto é mostrar a Proposta de Valor ao Empregado (Employment Value Proposition – EVP). Quais atributos a empresa possui para atrair e reter os talentos? O que manterá os colaboradores motivados e satisfeitos no dia a dia da empresa?

Algumas das ações praticadas atualmente são:

  • Recompensa e benefícios por desempenho;
  • Plano de carreira com perspectiva de crescimento;
  • Horário flexível e regime híbrido de trabalho;
  • Dress code livre ou flexível e day off (dia livre) no dia do aniversário do colaborador;
  • Gestão horizontal;
  • Respeito à diversidade.

5. Avalie e monitore o desempenho da marca empregadora

Por fim, faça o acompanhamento das estratégias adotadas para avaliar o impacto e os resultados alcançados após o investimento em Employer Branding, com métricas como o número de profissionais atraídos e a taxa de turnover.

Como o ERP impacta o Employer Branding?

Para o sucesso das estratégias de Employer Branding, é fundamental que os gestores de RH tenham acesso de forma ágil e em tempo real às informações dos colaboradores e aos indicadores de gestão. Além disso, as empresas devem oferecer transparência e segurança na relação entre funcionários e RH.

Portanto, uma gestão organizada impacta positivamente na percepção da marca empregadora, como explica Mariá Menezes, diretora de Pessoas e Cultura da Sankhya. “A experiência do colaborador na empresa fica mais positiva, pois ele se sente seguro de que todas as obrigações e o que foi acordado em contrato estão sendo cumpridos”, destaca. Para Mariá, colaboradores satisfeitos são os melhores promotores da marca

Um bom ERP permite uma melhor gestão de alguns pontos de contato da jornada do colaborador, como:

  • Administração de rotinas trabalhistas (folha de pagamento, ponto, férias etc.);
  • Atualizações cadastrais;
  • Solicitações ao RH;
  • Consulta ao holerite;
  • Gestão de indicadores;
  • Organização de metas para avaliar a performance dos colaboradores;
  • Gestão de dados do colaborador (tempo de casa, aniversário, gostos pessoais etc.) para ações personalizadas de celebração, reconhecimento e outras.

Pensado para atender às necessidades gerenciais consideradas chaves na gestão de pessoas, o Sistema de Gestão de Pessoas Sankhya é dividido em:

  • Processos do Departamento Pessoal;
  • Visão da liderança sobre o colaborador e o time;
  • Visão do colaborador relacionado às suas informações empregatícias.

Veja com mais detalhes no vídeo abaixo:

Quer saber como a Sankhya pode ajudar a sua empresa a ter bons resultados em Employer Branding? Entre em contato com um de nossos consultores.

Sobre o autor
Redatora Sankhya

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.