Varejo 4.0: saiba tudo sobre essa tendência

Varejo 4.0: saiba tudo sobre essa tendência Como você tem lidado com as transformações digitais no seu comércio? Adaptar e...

Varejo 4.0: saiba tudo sobre essa tendência

Como você tem lidado com as transformações digitais no seu comércio? Adaptar e adotar as estratégias e soluções do Varejo 4.0 nas empresas é uma questão de sobrevivência do negócio. 

A digitalização no varejo vai muito além das novas tecnologias. As pessoas estão cada vez mais conectadas e não procuram apenas por um produto de qualidade. Elas querem vivenciar experiências, sejam no ambiente físico ou virtual. O consumidor está mudando e, por isso, é preciso mudar também.

Mas, afinal, como fazer essa transformação? Preparamos este conteúdo para te ajudar a entender o que é o Varejo 4.0, quais os benefícios para as empresas e os clientes, como aplicar ao seu negócio e quais as principais tendências para o varejo. Boa leitura!

O que é o Varejo 4.0?

No sentido da palavra, o varejo continua tendo o mesmo significado, claro. No entanto, estamos falando de um novo modelo de negócio.  

No livro Transformação digital do varejo (Pedro Damasceno), o Varejo 4.0 é conceituado como “a junção do off-line com o on-line, é a inovação de processos, de atendimento, de estratégias de vendas por diferentes canais e com um único objetivo, satisfazer e fidelizar o cliente, esteja ele próximo ao ponto de venda ou conectado em qualquer lugar do mundo”.

Exemplificando, é a evolução do varejo tradicional para um modelo de compras que une tecnologias e canais digitais ao ambiente físico (ou off-line) para entregar aos consumidores produtos de forma mais eficiente, otimizada e personalizada, além de melhorar a experiência de compras dos consumidores.

Um pouco da história do Varejo 4.0

Falar em Varejo 4.0 é falar sobre a 4ª Revolução Industrial. Resgatando a história, na 1ª Revolução, saímos do manual e artesanal para as máquinas a vapor. Já na 2ª Revolução, temos a eletricidade e a fabricação em massa. A 3ª Revolução foi marcada pela eletrônica, tecnologia da informação e das telecomunicações.

A 4ª Revolução Industrial é a era da convergência entre tecnologias digitais, físicas e biológicas. Tal qual a 3ª Revolução, estamos vivenciando uma mudança de valores, comportamentos e experiências. A tecnologia e automação trazem sistemas ciberfísicos e inteligência para diversos segmentos e conhecimentos. Temos assim a Indústria 4.0, o Marketing 4.0 e outros setores que estão em processo de transformação digital.

Quais são as principais características do Varejo 4.0?

A estratégia começa no consumidor e na dinâmica de uma cultura digital. A integração entre varejo e tecnologia é essencial, mas o fio condutor para a evolução do setor é a aproximação com o consumidor

Entre as principais características do Varejo 4.0, estão:

Big Data

Connections geram dados do consumidor para que as empresas possam usar as informações para criar ações de marketing que gerem melhores resultados para seus negócios.

O bom uso leva em consideração a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que visa proteger os dados pessoais e empresariais, desde lembrar os clientes de seus aniversários até oferecer descontos em marketing por e-mail e notificações de mensagens. 

Omnichannel

É quando a venda ocorre em diferentes canais. A ideia é que os canais digitais e as lojas físicas sejam como um espaço único de compras. Ou seja, a venda pode começar com o cliente navegando no e-commerce, em seguida visitando o espaço físico para conhecer de perto o produto e finalizar a compra em um marketplace

Os consumidores atuais e os próximos querem que sua experiência de compra seja ilimitada. Eles querem comprar em diferentes plataformas, pesquisar de qualquer lugar e decidir por si mesmos como pagar, como enviar e muito mais.

Oferecer opções aos clientes é um requisito fundamental para quem deseja criar uma experiência omnichannel. A conexão dos canais de vendas com um sistema de gestão unificado que sincronize as áreas internas e os canais de vendas é fundamental para dar ao cliente uma sensação de integração de compra, sem comprometer a qualidade do serviço, além de evitar falhas na entrega ou no produto. O atendimento contínuo também é uma marca registrada e deve fazer parte da estratégia da empresa.

User Experience (UX) 

O foco em User Experience, ou experiência do usuário, em português, é pensar a forma como os clientes interagem com um produto ou serviço, seja no espaço físico ou online. As estratégias de UX buscam desenhar os produtos, os canais, os processos de vendas, a entrega, a rotina de atendimento e todos os demais pontos da jornada de compra com o objetivo de aumentar a satisfação do cliente

Desde o primeiro contato com a sua marca, até a finalização da compra e entrega, a experiência do cliente deve ser positiva e memorável. Existem marcas que consideram absolutamente tudo, desde a música que toca em seu ambiente até o design da navegação de sua loja virtual. Também é importante que as lojas físicas disponibilizem seus produtos por meio de atendimento pessoal ou virtual aos seus clientes para criar um ambiente favorável e envolvente.

Inteligência artificial

A inteligência artificial pode ser percebida por meio de totens de atendimento distribuídos nas lojas físicas, onde é possível consultar valores e efetuar pagamentos sem passar por serviços pessoais.

Na loja virtual, os recursos de inteligência artificial também incluem filtros de atendimento por chatbots e referências de produtos similares ao final dos pedidos para indicar que outros consumidores também adquiriram combos como parte de sua compra.

Realidade virtual

As experiências de realidade virtual são baseadas em óculos de realidade virtual para experimentar em qualquer lugar ou aprovar um projeto  de construção, por exemplo, permitindo que os clientes entrem no ambiente e visualizem como as salas estão dispostas.

Cultura data driven

Trata-se da cultura orientada por dados que utiliza tecnologias e estratégias para coletar, organizar e tratar os dados. Os canais digitais (e-commerce, sites, redes sociais, smartphones, e outros dispositivos inteligentes) são fontes de dados e informações acerca do comportamento e dos interesses dos clientes que possibilitam a inovação e melhorias nos processos e produtos.

Tecnologias disruptivas

Na 4ª Revolução Industrial, tecnologias avançadas, como internet das coisas, computação em nuvem, machine learning e realidade virtual, estão transformando também o varejo.  Surge um varejo digital e inteligente. 

Quais são as vantagens do Varejo 4.0?

O mundo digital abre muitas opções para os consumidores, que hoje conseguem obter informações, procurar alternativas e compartilhar suas experiências com o dinamismo das tecnologias.

Assim, acompanhar as tendências para o varejo é se manter competitivo. O ambiente físico não desaparecerá do dia para a noite, mas o crescimento do digital é inevitável. 

O Varejo 4.0 traz oportunidades de conhecer melhor os desejos e as preocupações do consumidor. Isso reflete em um conhecimento melhor do cliente, uma comunicação mais transparente e eficaz e a entrega de soluções que ele está procurando. 

Além do mais, as inovações tecnológicas oferecem melhorias para os negócios e facilitam as operações do varejo. São dispositivos com funções que vão desde sinalizar quando um refrigerador do supermercado está com defeito, até sistemas de gestão (ERPs) que integram os processos e tratam um grande volume de dados gerados pela empresa para fornecer informações de finanças, estoque, projeções de vendas, entre outras.

Como implementar o Varejo 4.0 no comércio? Confira essas dicas

Aplicar o Varejo 4.0 começa por entender o comportamento do consumidor.

  • O que ele procura?
  • Quais canais utiliza?
  • Como deseja ser tratado?
  • Qual é o seu estilo de vida?
  • Quais são os seus interesses? 

A última edição do EY Future Consumer Index (junho/2022), da Ernst & Young Global Limited, apontou como prioridades do consumidor: a autonomia, a personalização, a sustentabilidade, os valores da marca, a transparência, a segurança e a proteção dos dados.

Sendo assim, faça seu dever de casa e converse com seus clientes, pesquise e utilize os recursos digitais para levantar as informações, sempre com o consentimento, como determina a LGPD. Quanto mais dados e informações são obtidas, mais se aprende sobre o consumidor. 

Portanto, invista no digital para tornar a experiência de marca diferenciada, impulsionar a inovação, coletar mais dados e testar produtos digitalmente, a exemplo da loja modelo da Riachuelo, que inovou com cabine interativa, espaço online, customização, provedores sem gênero e outras soluções.

A nova era do varejo concilia as tendências da internet com o mundo real para aprimorar a experiência de compra e o relacionamento com o cliente. Agora, acompanhar o comportamento do público da sua empresa é a chave para reinventar suas estratégias de venda.

Lembre-se de que também é importante ter um estabelecimento com design diferente e agradável, além de promover a sua marca transmitindo os valores da empresa por meio de informações e histórias nas redes sociais.

Com os avanços da tecnologia e da transformação digital, os consumidores passaram a consumir mais o varejo digital, ou e-commerce. O varejo digital também é moldado por redes sociais que trazem visibilidade e acesso ao consumidor, além de lojas virtuais.

Vender nas redes sociais significa construir um vínculo com seus clientes. Isso porque é possível interagir, conversar e trocar, engajando as marcas em campanhas relevantes, resultando no aumento das vendas da loja virtual.

Atualmente, os consumidores não buscam apenas por um produto de qualidade. Eles querem aprender, ver, tocar, sentir, experimentar, escolher, se divertir, comparar, ser reconhecido, levar o produto, avaliar, criticar, curtir, elogiar e recomendar. 

A tecnologia e o mundo real se misturam para criar vínculos emocionais e sociais com os clientes. O meio digital é usado como canal de auxílio na compra e a loja física aprimora essa experiência.

Qual é a importância de um ERP para o conceito de Varejo 4.0?

Com ferramentas que auxiliam na gestão do seu negócio, os empreendedores online podem facilitar a vida e aproveitar as  maiores oportunidades de vendas que o varejo digital oferece. 

O uso de um ERP ajuda a gerir a operação e também possibilita se conectar a outros canais e plataformas.

Os mercados podem se consolidar. Como resultado, sua empresa criará uma forte presença digital e criará uma experiência omnichannel, estando presente em diversos canais e formatos para que os consumidores possam escolher onde, quando e como comprar.

Por que as empresas precisam estar atentas às novidades do varejo?

Para aplicar o Varejo 4.0, é preciso lembrar das duas tendências desse novo modelo de negócio: a tecnológica e a comportamental.

Esse novo modelo veio para mudar a proposta de valor do seu negócio e estabelecer um diferencial competitivo no mercado, utilizando as tecnologias para agilizar a coleta de informações do seu público. Compreendendo os hábitos dos clientes, você consegue identificar qual o meio que eles usam para fazer compras.

O percentual de vendas pela internet está aumentando cada vez mais em relação às vendas em lojas físicas porque as pessoas dificilmente saem da sua rotina para ir atrás de um produto específico. 

No ponto de vista tecnológico, a proposta é promover experiência de uso dos produtos, melhorar a interação com os clientes e possíveis estratégias de oferta de produtos certos, para a pessoa certa, no momento certo.

Já a tendência comportamental foca no compartilhamento. Cada vez mais, os consumidores estão preocupados com as questões sociais e ambientais. Ou seja, as pessoas querem ter acesso à informação, e não a posse de um produto qualquer, sem valor.

6 tecnologias e inovações no Varejo 4.0 para você se inspirar

Confira a seguir 6 exemplos de soluções que estão enriquecendo a jornada de compra:

1. Espelho interativo no provador

Algumas lojas têm adotado uma cabine interativa onde o cliente pode acessar informações dos produtos que está experimentando para ver as opções de cores e tamanhos disponíveis, além de contar com níveis de iluminação para tirar uma selfie e compartilhar na sua rede social.  

2. Locker

É um armário inteligente disponibilizado dentro das lojas físicas. O consumidor faz sua compra no e-commerce e retira na loja por meio do QR Code, que abre o armário onde está seu produto. A solução proporciona ainda a conveniência do cliente testar ou experimentar o produto e, caso necessário, realizar a troca.

3. Beacons

São aparelhos com a tecnologia de comunicação por Bluetooth, campo de proximidade (NFC) e identificação de radiofrequência (RFID). 

Com essa solução colocada em lugares estratégicos da loja, é possível registrar as ações do cliente durante sua permanência no estabelecimento, bem como enviar informações quando ele está perto de determinada seção e saber o que ele mais procura. É possível ainda registrar qual o tempo gasto dentro da loja e o que comprou.

4. PDV Mobile

É uma forma de agilizar o atendimento, diminuir as filas dos caixas e oferecer mais opções de pagamentos. Totens disponibilizados na loja e profissionais com equipamento de pagamento eletrônico ou tablets fazem o registro da compra. 

5. Câmeras com sensores de calor 

Utilizadas em shoppings, lojas, mercados e aeroportos, essas câmeras mapeiam o caminho que o consumidor percorreu ao entrar na loja e indicam qual o local onde ele permaneceu por mais tempo.

6. Aplicativo com geolocalização

Com essa tecnologia, é possível entrar em um estabelecimento e receber notificações com informações de produtos e ofertas do dia, por exemplo. Esse recurso é muito usado nos aeroportos para informar aos usuários as áreas de embarque, cafés e balcões das companhias aéreas.

Há muito mais sendo testado e criado para corresponder às expectativas de um consumidor cada vez mais conectado. Não temos como esgotar esse assunto por aqui. Mas, em resumo, é preciso inovar, adotar novas práticas e processos e encontrar as melhores soluções tecnológicas para o seu comércio. Por isso, conte com a Sankhya para transformar o seu varejo. Aproveite para conferir também este infográfico:

Consumidor digital: 5 dicas para atrair esse novo perfil

Sobre o autor
Andrey Silva

Product Owner da Squad Varejo, contribuindo com a evolução das soluções Sankhya em processos do Varejo. Tem paixão em melhorar os processos por meio da tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência em ERP, possui experiência em áreas de implantação, consultoria e desenvolvimento de software para gestão de empresas.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Região Sudeste
Sul
Região Nordeste
Região Centro-oeste
Região Norte

Central de Vendas  0800 940 0750
plugins premium WordPress
SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Torne-se uma unidade Sankhya

Para análise inicial de aderência ao Programa Unidades de Negócios Sankhya, favor preencher o formulário abaixo.

SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Sua inscrição foi realizada com sucesso.

SOLICITE UMA PROPOSTA

Nossos consultores estudarão a fundo suas necessidades e apresentarão as melhores soluções para a sua empresa.

Fale com um Consultor

Obrigado por se cadastrar

SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.