Saiba tudo sobre a gestão do centro de distribuição

A logística é um dos principais pontos de sucesso ou de dificuldades de uma empresa, dependendo de como ela é...

Homem bipando as mercadorias de um centro de distribuição

A logística é um dos principais pontos de sucesso ou de dificuldades de uma empresa, dependendo de como ela é gerida. E, nesse caso, o centro de distribuição é capaz de se tornar um verdadeiro diferencial do negócio, desde que ele seja pensado e administrado de forma estratégica.

Mais do que um ativo físico, o centro de distribuição se caracteriza como um pilar fundamental para as empresas, oferecendo agilidade, produtividade e melhorando a satisfação dos seus clientes

Neste artigo, explicamos o que é um centro de distribuição, sua função, os principais tipos, como é o funcionamento, a importância de investir em um para otimizar os processos logísticos e como melhorar a gestão. Confira!

O que é um centro de distribuição?

O centro de distribuição, ou CD, é uma unidade física destinada ao armazenamento e despacho, com uma estrutura adequada para o recebimento e o envio de produtos de uma empresa, centralizando essas operações.

Em outras palavras, podemos entender o centro de distribuição como um espaço destinado ao armazenamento de mercadorias e também ao recebimento, à separação e ao envio de produtos aos clientes.

O principal objetivo de um centro de distribuição é garantir a agilidade na entrega de um produto, proporcionando, assim, uma melhor experiência do cliente – e aumentando a satisfação dele.

O centro de distribuição desempenha funções essenciais para o sucesso do negócio, como recebimento e conferência de mercadorias, estocagem, separação dos pedidos, embalagem dos itens e autoria de estoque.

Qual é a função de um centro de distribuição?

Imagem ilustrativa com um vetor em 3D de um centro de distribuição, galpão e caminhões ao redor, com um círculo apontando as principais funções do centro de distribuição: movimentação de carga, armazenamento, separação, expedição e recebimento de mercadorias.
Funções de um centro de distribuição

Um centro de distribuição tem múltiplas funções e entendê-las é crucial para conseguir gerir melhor sua logística. As principais são:

Recebimento de mercadorias

O recebimento de mercadorias é a base dos demais processos e também uma operação realizada com alta frequência e muita importância.

Os times precisam ser ágeis para organizar as docas de descarga dos caminhões, realizando o trabalho manual e também conferindo toda a carga e a documentação.

Movimentação de carga

Após os produtos entrarem efetivamente no CD, é preciso que haja processos organizados para a correta movimentação desses itens na unidade física.

Como os centros de distribuição são, normalmente, galpões de grandes dimensões, é preciso ter um cuidado maior com a movimentação, evitando prejudicar a armazenagem e garantindo que a etapa será ágil para atender as demandas de entrega ou de limpeza dos espaços para a circulação de maquinário e demais produtos.

Armazenamento

Quando falamos em centro de distribuição, sem dúvida o armazenamento é um dos processos que exige atenção. É importante que os produtos não fiquem armazenados por muito tempo e esse armazenamento seja feito de forma adequada, compatível com as características do produto.

O objetivo principal é transportar cada item com agilidade para os diferentes destinos, sejam eles pontos de venda ou as casas dos clientes. Então, o armazenamento deve ser suficiente para suprir as demandas de vendas, sem excesso nem faltas.

Separação

A separação é a última etapa da qual a empresa tem controle dos processos e produtos. Ela consiste em retirar as mercadorias armazenadas e prepará-las para a expedição. A operação precisa seguir as documentações, evitando erros, reclamações e retrabalho.

Expedição

Finalmente, os produtos são levados do centro de distribuição até o cliente. Essa etapa pode ser terceirizada ou interna, dependendo das condições e do porte da empresa.

Como funciona um centro de distribuição?

O bom funcionamento de todos os processos logísticos e da cadeia de suprimentos (supply chain) só ocorre com um centro de distribuição bem organizado. Assim, é possível executar com precisão as tarefas e gerar uma experiência positiva ao cliente final.

Mas, para oferecer agilidade nas entregas e otimização das tarefas, o espaço precisa ser estrategicamente bem localizado, de forma a facilitar a saída das mercadorias.

Geralmente, os centros de distribuição ficam em locais que são próximos de rodovias, aeroportos e linhas de acesso a estradas. Assim, a logística de entrada e saída dos produtos é mais assertiva e a empresa consegue diminuir despesas operacionais, como combustível e frete, por exemplo.

Outro fator primordial para o bom funcionamento do centro de distribuição é a gestão de estoque. Ter o controle das quantidades necessárias para não faltar mercadorias nem sobrar é necessário para que as vendas sejam entregues em prazos menores, garantindo a satisfação do cliente.

Com uma gestão de estoque de qualidade, a empresa consegue se organizar com relação às quantidades e estar sempre preparada, independente do período.

Por que investir em um centro de distribuição?

Ainda não está claro como um CD é capaz de ajudar sua empresa? Entre as principais vantagens que ele oferece, podemos citar:

  • Eficiência na movimentação de mercadorias, tornando mais simples e ágil todos os processos desde o recebimento do produto até a expedição;
  • Economia de custos, uma vez que os centros de distribuição geralmente ficam em locais estratégicos de fácil logística, além de que é possível centralizar a gestão do seu estoque, evitando compras desnecessárias e tornando o processo de separação e envio mais estratégico, sem erros e retrabalhos que aumentam os custos;
  • Estoques concentrados em um só local, tornando mais prático trabalhar na distribuição e no recebimento, além de facilitar o armazenamento;
  • Agilidade nas operações logísticas, graças às características do CD como localização estratégica, eficiência na movimentação de mercadorias e centralização do estoque;
  • Melhora na experiência do cliente, que recebe seu produto mais rapidamente e com menos chances de erros.

Quando é viável ter um centro de distribuição?

Quando executada com eficiência, a gestão da distribuição de produtos possibilita que a organização utilize seus recursos financeiros, humanos e materiais da melhor maneira, otimizando e controlando ainda o consumo do tempo.

Dessa forma, a viabilidade depende do objetivo específico de cada empresa, região de atuação e custos envolvidos entre distribuição. E, no Brasil, não podemos esquecer dos valores dos impostos relacionados a essa distribuição. Levando tudo isso em conta, se observamos que teremos um ganho logístico e financeiro, teremos a viabilidade para a implementação do CD.

Quais são os tipos de distribuição? 

Para estruturar um processo logístico eficiente, ágil e de qualidade, é importante entender quais são os tipos de distribuição, suas características e qual se encaixa melhor no planejamento da empresa. Assim, a entrega das mercadorias é executada de maneira assertiva. 

A seguir, listamos os 3 principais tipos.

1. Centro de distribuição direto

Aqui, a empresa fabricante é a própria encarregada da distribuição dos produtos, sem precisar contratar terceiros para fazer a entrega, como, por exemplo, transportadoras. É um canal que exige um bom planejamento para que o cliente receba a compra com qualidade e rapidez. 

Esse tipo de canal é uma ótima opção para criar um vínculo direto com o cliente. Por isso, para as empresas que desejam uma comunicação mais próxima com seu consumidor, ter a distribuição direta como estratégia é uma vantagem. 

Mas é importante avaliar se os recursos logísticos da empresa estão acima dos que uma transportadora ofereceria. São recursos que suprem as demandas com agilidade? Os clientes estão satisfeitos com o prazo de entrega? Existe demora na logística?

2. Centro de distribuição indireto

Também conhecido como canal vertical, o canal de distribuição indireto é quando a empresa contrata terceiros para fazer as entregas. É um tipo que funciona bem para organizações com alta demanda, pois a contratação de uma transportadora gera aumento de custos.

Mas, como ponto positivo, ele permite um aumento nas vendas, tendo em vista que o processo logístico é mais ágil e, consequentemente, a empresa consegue atender um número maior de demandas.

Existem 3 níveis de complexidade do canal de distribuição indireto:

  1. Apenas um intermediário, que efetua a compra e é encarregado de entregar ao consumidor final;
  2. O distribuidor envia as mercadorias ao varejista, que disponibiliza os produtos ao consumidor final;
  3. Entre o fabricante e o consumidor final, estão o distribuidor, o representante comercial e o ponto de venda (PDV).

3. Centro de distribuição híbrido

Também conhecido como canal de distribuição múltiplo, esse tipo permite que a empresa trabalhe tanto com as entregas diretas quanto com as indiretas. Ele tem intermediários, que fazem as distribuições, mas mantém a comunicação com o seu cliente de forma direta, inclusive as ações de marketing e vendas. 

Um exemplo de canal de distribuição híbrido são os e-commerces, que fazem toda a estratégia de relacionamento com o cliente e a divulgação da marca e dos produtos, de forma a mantê-los sempre próximos e fidelizados. No entanto, terceirizam o processo de entrega das mercadorias.

Como melhorar a gestão do centro de distribuição?

Quando bem gerido, o centro de distribuição facilita a gestão do estoque e melhora a organização dos processos logísticos. Contudo, nem sempre essa é uma tarefa fácil. Para melhorar a gestão do seu CD, trouxemos algumas dicas importantes.

Inventários cíclicos

O inventário é fundamental para vários pontos da logística, mas ainda deixa muitos gestores preocupados. A principal dica é realizá-lo periodicamente durante o ano, definindo classes de produtos.

Considere ainda questões sazonais das operações e das próprias mercadorias. Assim, você evita ter de mobilizar uma grande quantidade de funcionários para a tarefas e consegue identificar mais facilmente as falhas e as causas delas.

A sugestão é realizar o inventário, no mínimo, uma vez a cada trimestre e integrar os dados obtidos com o setor de compras.

Layout estratégico

O layout é crucial para trazer mais agilidade e facilitar as operações no seu centro de distribuição. A organização deve ser feita de maneira inteligente, trazendo mais rapidez na entrada e saída de mercadorias, envolvendo menos equipamentos nesses processos.

Para escolher bem o layout, primeiro, você deve conhecer a estrutura física do galpão e, a partir disso, observar questões como giro dos produtos e sazonalidade, dispondo os itens com maior saída em locais mais fáceis de serem armazenados e distribuídos.

Outro layout usado é o baseado no fluxo de produtos. Ele se configura em uma linha reta, com os produtos sendo recebidos em uma ponta do CD, armazenados no meio e expedidos na outra ponta. O principal objetivo desse layout é não causar congestionamentos.

Softwares de gestão para centro de distribuição

A tecnologia é uma das principais aliadas da gestão de um centro de distribuição. Atualmente, é quase impossível fazer uma armazenagem adequada sem contar com um software de gestão.

Com ele, você conseguirá automatizar os processos, reduzir as falhas operacionais e aumentar a produtividade das equipes. As principais ferramentas usadas para um centro de distribuição e para o setor de logística são sistemas ERP, WMS e TMS modulares, que podem ser customizados de acordo com as características e necessidades do seu negócio.

Para se ter ideia da importância dessas soluções, um estudo da Robotics Business Review mostrou que os centros de distribuição com tecnologias de automação possuem 36% mais probabilidade de reduzir seus custos de mão de obra, com uma média de 3% ao ano.

Com a tecnologia, além da automação, você consegue ter um olhar macro sobre todo o seu centro de distribuição, reduzindo os riscos e otimizando todos os processos logísticos.

Gestão de entregas

Para que tudo saia como o esperado e você consiga surpreender os clientes com agilidade, é fundamental gerenciar corretamente os prazos de entrega.

Assim, é de suma importância controlar quais mercadorias precisam ser entregues em determinadas datas, evitando atrasos. Nesse quesito, um sistema de gestão automatizado é um grande aliado, com todas as informações registradas e centralizadas, permitindo que as pessoas autorizadas realizem esse controle.

Roteirização

É muito importante que cada veículo de entrega tenha um roteiro claro e otimizado de todos os pontos pelos quais passará.

Não planejar as rotas de entrega pode fazer com que a empresa gaste muito mais com esse processo, consumindo mais combustível, rodando mais horas – e ainda demorando mais para realizar as entregas.

Esse ponto também está ligado à localização do seu centro de distribuição. É importante fazer as contas para verificar se vale a pena pagar um aluguel menor por um galpão mais afastado. Muitas vezes, os custos com o frete são maiores que o aluguel de uma localização mais estratégica.

Indicadores e melhoria contínua

Os indicadores ajudam a mensurar a qualidade e o desempenho dos serviços. Então, comece definindo quais indicadores são mais importantes e quais metodologias serão usadas para obter esses dados.

Faça reuniões frequentes com os gestores e analise esses dados, buscando a melhoria contínua. Afinal, não é por que algo está funcionando bem que não pode ser melhorado e otimizado.

De que forma um centro de distribuição diminui custos operacionais?

Após a implementação de um sistema de Gestão de Armazéns ou WMS (Warehouse Management System), poderão ocorrer várias reduções de custos e otimizações de processos. Conheça as mais habituais:

Redução de custo de mão de obra

Isso geralmente acontece quando não há sistema ou o WMS atual não é capaz de gerenciar os recursos do centro de distribuição, realizando a distribuição de atividades corretamente aos recursos corretos.

Redução de custos operacionais

As reduções de custos da operação acontecem quando, por exemplo, o WMS é capaz de realizar uma roteirização do apanha, que é o processo de coleta de itens para a separação. Neste caso, é reduzido o tempo da separação e são maximizados os recursos, podendo fazer mais com menos.

Redução de perdas

Perdas são itens que são extraviados, avariados, perdidos, enviados em pedidos errados, vencidos, entre outros. Utilizando o sistema corretamente, é possível reduzir muito essas ocorrências dentro do centro de distribuição, já que, ao usar a tecnologia de forma correta, é alcançada a rastreabilidade total dos itens em estoque.

Existem vários outros benefícios que geram reduções de custos. Isso depende de cada operação e do nível de maturidade dela.

Quais são as desvantagens de um centro de distribuição não utilizar um sistema como aliado nos processos?

A falta de um WMS em centro de distribuição pode acarretar várias dificuldades e prejuízos, como:

Mal uso da mão de obra atual

Sem o WMS, é comum ter imensa dificuldade para dimensionar o trabalho operacional e as prioridades do trabalho no centro de distribuição, gerando retrabalho e/ou ociosidade dos recursos.

Aumento do número de perdas

Em centros de distribuição em que não existe o uso da tecnologia ou de um sistema de WMS, há muita perda, por causa de produtos vencidos, com pouco shelflife que os clientes já não aceitam ou até furtos e roubos.

Isso porque não há como realizar o controle de forma ativa e constante da rastreabilidade dos itens. Dessa forma, perde-se a rastreabilidade do item em algum momento do processo e fica mais difícil achá-lo, muitas vezes sendo possível somente através de um inventário geral.

Conheça o sistema Sankhya

O uso de softwares que otimizem os processos de distribuição com eficiência e precisão é fundamental nas indústrias e cada dia mais deixa de ser uma opção, se tornando uma necessidade.

Uma pesquisa realizada pela Deloitte mostrou que o uso de softwares em organizações com gestão de cadeia de suprimentos (supply chain) é um diferencial. Dentre as empresas entrevistadas, 75% usam sistemas para otimização e outros 96% identificam a inovação como “extremamente importante” para o crescimento

Isso mostra a importância de ter um sistema de gestão de qualidade como aliado em um centro de distribuição.

A solução Sankhya é um software que oferece uma visão ampla do negócio e auxilia com eficiência cada etapa do processo logístico através de dashboards práticos.

Dentre os inúmeros benefícios que ele oferece, podemos citar:

  • Melhoria na eficiência operacional do processo de distribuição de mercadorias;
  • Alinhamento estratégico;
  • Controle das emissões de NF de terceiros e próprias;
  • Aumento da eficácia na etapa de picking dos produtos;
  • Alta visibilidade de custo por cada etapa do processo;
  • Entrega dos pedidos dentro do prazo acordado;
  • Diminuição de erros e retrabalhos. 

Como você viu, para manter um centro de distribuição competitivo, é muito importante ficar atento à implantação de tecnologia. E, para melhorar a gestão do seu CD, sem dúvida, essa é uma das principais aliadas, coordenando o controle dos recebimentos, entregas, separação e endereçamento, além de automatizar várias funções.

Fale com um especialista e veja como o ERP Sankhya pode ser um aliado para otimizar a gestão do seu atacado e distribuidor.

Sobre o autor
Rafael Loth

Product Manager da Tribo de Logística na Sankhya. Formado em Ciências da Computação, Pós Graduado em Gerenciamento de Projetos, MBA em Marketing. Possui 25 anos de experiência na área de TI.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Receba nossa newsletter

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Região Sudeste
Sul
Região Nordeste
Região Centro-oeste
Região Norte

Central de Vendas  0800 940 0750
plugins premium WordPress
SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Torne-se uma unidade Sankhya

Para análise inicial de aderência ao Programa Unidades de Negócios Sankhya, favor preencher o formulário abaixo.

SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Sua inscrição foi realizada com sucesso.

SOLICITE UMA PROPOSTA

Nossos consultores estudarão a fundo suas necessidades e apresentarão as melhores soluções para a sua empresa.

Fale com um Consultor

Obrigado por se cadastrar

SOLICITE ORÇAMENTO

Envie seus dados que logo nossos especialistas entrarão em contato.

Conheça o ERP Sankhya na prática

Informe seus dados para acessar o tour pela solução Sankhya.